Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Desporto

Aleksander Ceferin sucede a Platini

media Reuters

Aleksander Ceferin foi eleito presidente da UEFA e sucede a Michel Platini à frente do futebol europeu. A eleição do esloveno aconteceu no congresso da UEFA, que decorre esta quarta-feira em Atenas, na Grécia.

Aleksander Ceferin, de 48 anos, é presidente da Federação Eslovena de Futebol, e foi apoiado na votação pela Federação Portuguesa. Candidatou-se contra Michael van Praag, de 68 anos, actual presidente da Federação Holandesa.

No Congresso Extraordinário eleitoral, em Atenas, o esloveno recebeu 42 votos a favor, contra 13 para o holandês e ficará, assim, à frente da UEFA até 2019

Após a eleição Aleksander Ceferin afirmou que “é uma grande honra, mas também uma grande responsabilidade”, para ele e para o seu país.

“Significa muito para mim. A minha pequena e bela Eslovénia está muito orgulhosa, e espero que um dia também vocês estejam orgulhosos de mim”, afirmou o novo presidente da UEFA.

De saída, Michel Platini, falou durante o Congresso Extraordinário eleitoral do organismo, e mostrou-se "absolutamente convicto" de que não cometeu qualquer falha.

O dirigente francês suspenso por quatro anos de toda a actividade ligada ao futebol afirmou estar de "consciência tranquila e absolutamente convicto de que não cometi qualquer falha. Vou continuar a lutar por todas as formas legais para provar a minha inocência”.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.