Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Artigo

Europa deve restringir atividade de agências de classificação de risco

media Um manifestante protesta contra a agência Moody's em Madri. REUTERS / Paul Hanna

A União Europeia quer endurecer as regras de atuação das agências de classificação de risco. Em um projeto de lei que será proposto amanhã, a Comissão Europeia deseja instaurar a suspensão das notas soberanas dos países que negociam ou já recebem ajuda econômica internacional e vai propor que as agências sejam processadas em caso de abusos.

O braço executivo da União Europeia avalia há meses uma forma de diminuir o poder das agências e o impacto das classificações de risco, consideradas por Bruxelas como "uma das causadoras da crise" das dívidas na zona do euro. O texto também prevê que um país disponha de 24 horas para dar uma resposta à uma mudança de nota, antes que ela seja publicada. O objetivo é o de reduzir a volatilidade das transações financeiras quando a economia se encontra em situação delicada, como é o caso da Grécia.

Coincidência do calendário, a mensagem errada enviada pela agência Standard & Poor's para seus membros na semana passada, informando que a nota da França seria reduzida, será mais um argumento importante para impor mais regulação ao setor.

As principais agências, Moody's, Standard & Poor's e Fitch tentam, há meses, impedir que a nova legislação seja estabelecida pela Comissão Europeia. Elas protestam contra o fato de que seria a terceira vez em dois anos que o órgãos europeus aplicam restrições à atuação do setor, e reclamam que a intervenção das autoridades atrapalha a atividade dos mercados de capitais. Nas medidas anteriores, a Comissão Europeia determinou que as agências só podem atuar com autorização e devem prestar explicações a um órgão criado especificamente para regular os organismos financeiros.

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.