Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 20/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Desporto

Brasil conquista prata e bronze na estreia do Mundial de Judô

media O judoca brasileiro, Leandro Cunha; exibe sua medalha de prata conquistada em Paris. Elcio Ramalho/RFI

Os judocas Leandro Cunha e Sarah Menezes conquistaram as duas primeiras medalhas para o Brasil na estreia do Mundial de Judô que começou a ser disputado nesta terça-feira, em Paris. Leandro Cunha, na categoria meio-leve (66 kg) ficou com a medalha de prata e Sarah Menezes na categoria ligeiro (48kg) faturou o bronze. Os dois atletas repetiram assim o mesmo resultado do Mundial do ano passado, disputado no Japão.

Ouça a entrevista de Leandro Cunha 24/08/2011 ouvir

O judoca Leandro Cunha teve o melhor desempenho entre os três brasileiros que participaram hoje na competição. Seu adversário na final foi o japonês Masashi Ebinuma, que já havia derrotado no ano passado. Mas o paulista foi surpreendido com um golpe do japonês que liquidou a luta e fez o brasileiro repetir a medalha de prata como no último Mundial.

“Não foi por falta de vontade de conquistar o ouro, mas a gente tem que reconhecer o mérito do adversário na final. Mas eu acho que duas finais consecutivas no Mundial mostram que o judô brasileiro está no caminho certo. Agora é focar nas próximas competições e nas Olimpíadas, se Deus quiser", disse ele.

Pouco antes de Leandro disputar a final, a delegação brasileira já festejava a primeira medalha com a piauiense Sarah Menezes.

"Na trave"

Sarah Menezes conquistou a medalha de bronze no Mundial de Judô. Elcio Ramalho/RFI

Sarah Menezes enfrentou e foi derrotada por ippon na semi-final contra a japonesa Haruna Asami, que, por sua vez, perdeu a final para sua compatriota Tomoko Fukumi. Na disputa pela medalha de bronze, Sarah acabou calando a torcida do ginásio Paris-Bercy ao derrotar a francesa Fréderique Jossinet.

Ouça Sarah Menezes judoca 24/08/2011 ouvir

"Estou muito feliz. Estou há um ano das Olimpíadas e ganhar a medalha era o objetivo", disse ela após receber a cerimônia de entrega do prêmio. “Mas estou um pouco triste também porque é a segunda vez que perdi para as japonesas e de novo bati na trav. Mas meu objetivo é vencê-las para ganhar o ouro”, afirmou.

Na categoria ligeiro (-60kg) o paulista Felipe Katadai venceu as duas primeiras lutas contra o theco Pavel Petrikov e contra o canadense Frazer Will, mas sua trajetória terminou no confronto com Rishod Sobirov, do Uzbequistão. Sobirov venceu a final e mostrou porque é o melhor judoca da atualidade.

Nesta quarta-feira serão disputadas duas categorias femininas ( 52 e 57 kgs) e uma masculina (73kg). O Campeonato Mundial de Judô vai até domingo e a delegação brasileira participa com 19 atletas.
 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.