Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 20/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Artigo

Após nova tragédia no mediterrâneo, UE planeja reunião extraordinária sobre imigração

media Imigrantes chegam à Sicília depois de terem sido resgatados pela guarda costeira italiana AFP PHOTO / GIOVANNI

O naufrágio de um barco entre a costa da líbia e italiana na última noite pode ter matado mais de 700 imigrantes clandestinos. Se o número de vítimas for confirmado, esta será a pior tragédia desse tipo no Mediterrâneo. O primeiro-ministro italiano Matteo Renzi fez uma reunião de emergência neste domingo (19), pediu a solidariedade europeia para evitar novos dramas. Após o pedido, a União Europeia planeja uma reunião extraordinária sobre imigração.

Gina Marques, correspondente da RFI em Roma

O primeiro- ministro Matteo Renzi reiterou durante a reunião de emergência governamental neste domingo que o problema da imigração não é uma prioridade só da Itália e sim de toda a União Européia. O bloco é acusado de não fazer o suficiente diante da onda de imigrantes clandestinos tentam chegar à Itália pelo Mediterrâneo. O premiê italiano pediu a convocação de uma reunião extraordinária do Conselho Europeu.

Renzi disse que a solução não é bloqueio marítimo no Mediterrâneo. Segundo ele, é necessário impedir a partida de clandestinos, incrementando sistema de controle junto com a União Europeia e Nações Unidas para que as pessoas possam pedir o visto diretamente nos países de origem.

Considerando que 91% dos imigrantes partem da Líbia, Renzi disse que é preciso dialogar com o governo líbio, mas reconheceu que atualmente o país vive um grande conflito e a solução deve ser encontrada diplomaticamente, com participação das Nações Unidas.

Críticas à operação Triton

Na Itália, muitas as acusações tem sido feitas a operação Triton coordenada pela Europa que desde novembro passado patrulha as fronteiras marítimas. Esta operação europeia substituiu a italiana Mare Nostrum, cuja finalidade era salvar de vidas no mar e prender os traficantes de seres humanos.

Segundo Renzi, Mare Nostrum não teria mudado a situação, pois na tragédia deste domingo havia um navio europeu próximo ao barco que naufragou. “Quem diz que o Mare Nostrum teria evitado a tragédia não sabe do que se trata: no momento do acidente havia socorro no local. Dezoito navios participaram imediatamente do resgate, incluindo barco militares italianos. O resgate foi imediato. O verdadeiro problema é o da nova escravidão e dos traficantes de pessoas", disse o primeiro-ministro.

Até agora foram resgatados 28 sobreviventes e 24 corpos. As buscas continuam.

Antes da Cúpula extraordinária do Conselho Europeu, uma reunião dos ministros das Relações Exteriores da União Europeria, que acontece na manhã de segunda-feira (20), em Luxemburgo, vai discutir principalmente essa onda de imigração clandestina e a situação da Líbia.
 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.