Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/07 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/07 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/07 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/07 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/07 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/07 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/07 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/07 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Urgente
Argélia venceu CAN 2019
Artigo

Irlandeses votam hoje em referendo sobre casamento gay

media Três milhões de irlandeses vão hoje às urnas para decidir em referendo se aprovam ou não a legalização do casamento gay. REUTERS/Cathal McNaughton

Na Irlanda, mais de 3 milhões de pessoas vão às urnas nesta sexta-feira (22) para decidir em referendo sobre a legalização do casamento gay. O assunto gerou um debate intenso no país, que é profundamente católico.

Maria Luisa Cavalcanti, correspondente da RFI em Londres

O referendo desta sexta-feira faz da Irlanda o primeiro país a perguntar aos cidadãos se o casamento entre pessoas do mesmo sexo poderá ser incluído na Constituição. As pesquisas de intenção de voto indicam que até 69% dos irlandeses devem votar a favor do casamento gay.

A Irlanda já permite a união civil homossexual desde 2010. Mas o país, que é de maioria católica, foi um dos últimos do mundo ocidental a descriminalizar a homossexualidade, algo que foi feito em 1993.

A campanha do “sim” recebeu o apoio de artistas irlandeses de fama internacional, como o cantor Bono, do U2, e o ator Colin Farrell, além do primeiro-ministro do país, Enda Kenny.

Crise de valores

Já grupos religiosos, não só católicos, mas também protestantes, se uniram para tentar fazer com que os irlandeses recusem a legalização do casamento homossexual. Eles argumentam que a aprovação desse tipo de união vai provocar uma profunda crise de valores na Irlanda.

O casamento entre pessoas do mesmo sexo é permitido em pelo menos dezessete países, entre eles a Argentina, a França e a Espanha, além de alguns Estados americanos.

A contagem dos votos do referendo na Irlanda começa na manhã do sábado, e o resultado deverá ser conhecido no sábado à tarde.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.