Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Presidente francês avistou-se com Papa

media François Hollande e o papa Francisco,no Vaticano a 24 de Janeiro de 2014 AFP FOTO POOL / GABRIEL BOUYS

O Presidente francês François Hollande foi recebido no Vaticano em audiência privada pelo Papa.

O encontro foi pedido por Hollande após o assassínio, no mês passado, do padre Hamel, em plena missa, numa igreja da Normandia, por dois jihadistas.

 

À saída da audiência com o Sumo Pontífice, que decorrera sem a presença da imprensa, o presidente francês explicou os motivos que o levaram a se avistar com o Papa.

"Era muito importante que eu viesse aqui em nome de todos os franceses. Em nome de todos os católicos que como é óbvio ficaram particularmente desgostosos com o que aconteceu com o padre Hamel degolado na sua igreja.

Mas em nome de todos os franceses... além das suas convicções, sensibilidade, da sua fé ou do seu ateísmo... porque temos a responsabilidade de representar a França inteira, além das suas crenças, religiões ou convicções.

Era muito importante que eu viesse vir dizer ao Papa o quão sensíveis fomos às palavras que foram ditas... e à sua acção que vem reforçar a nossa visão da humanidade."

Trata-se da segunda audiência papal do quinquénio de François Hollande. Em 2014 o tom fora de maior crispação porque decorrera após a adopção em França da abertura do casamento aos casais homossexuais, texto reprovado pela hierarquia católica.

Outro tema que gerara algum mal estar entre Paris e a Santa Sé prendeu-se com o perfil do embaixador que a França nomeara para o Vaticano.

Laurent Stefanini, antigo chefe de protocolo da presidência francesa, e homossexual assumido fora chumbado pelo Vaticano tendo este acabado por ser nomeado na primavera passada para a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a educação, ciência e cultura) em Paris.

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.