Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

França: Marine Le Pen indiciada por abuso de confiança

media A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen. REUTERS/Philippe Wojazer/File Photo

Marine Le Pen, líder do partido de extrema-direita francês, Frente Nacional, foi indiciada, esta sexta-feira, de abuso de confiança por alegado desvio de fundos do Parlamento Europeu, destinados a pagar assistentes parlamentares, e que teriam sido usados para pagar funcionários do partido em França. Le Pen vai recorrer da decisão.

A líder da Frente Nacional (FN) foi hoje constituída arguida por abuso de confiança, no âmbito da investigação sobre o tipo de trabalho feito pelos assistentes parlamentares dos eurodeputados da FN.

Marine Le Pen vai recorrer da decisão “a partir de segunda-feira”, de acordo com o seu advogado Rodolphe Bosselut.

A ex-candidata às presidenciais, que enfrentou Emmanuel Macron à segunda volta, tinha invocado a sua imunidade parlamentar durante a campanha, mas prometera cooperar no inquérito após as eleições.

Em causa, a suspeita que a FN teria desviado fundos do Parlamento Europeu para pagar funcionários do partido em França, quando esse dinheiro deveria ser usado para pagar os assistentes parlamentares dos eurodeputados.

Marine Le Pen é actualmente deputada, na sequência das eleições legislativas de 11 e 18 de Junho.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.