Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 13/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 13/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 13/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 13/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Emmanuel Macron conquista mercados na China

media O presidente francês, Emmanuel Macron, à esquerda, e o presidente chinês, Xi Jinping, em Pequim, na China, em 9 de Janeiro de 2018. REUTERS/Mark Schiefelbei/Pool

Segundo dia da visita à China do Presidente francês Emmanuel Macron que hoje se avistou com o seu homólogo chinês Xi Jinping.

A visita de Emmanuel Macron, o presidente francês, tinha um objectivo claro: Assinar contratos comerciais e desbloquear situações sobre productos alimentares provenientes da França, como ele referiu em conferência de imprensa.

"Há um desequilíbrio em termos de investimentos. Há menos investimentos chineses em França, do que franceses na China, o que é surpreendente quando se olha para o tamanho dos mercados. Temos de saber em que sectores temos de investir e apoiá-los. E há um desequilíbrio comercialno outro sentido porque o nosso primeiro défice comercial é com a China. Importamos cerca de 45 mil milhões e exportamos 15 mil milhões. Se queremos reequilibrar, temos de exportar mais, o que significa ter um melhor acesso ao mercado chinês", realçou o Presidente francês.

Esta terça-feira, Emmanuel Macron arrecadou um contrato comercial para a empresa de energias Areva e o fim do embargo chinês sobre a carne bovina. O presidente francês espera ainda alcançar um acordo sobre a carne de frango e sobre os frutos e legumes.

De notar ainda que Emmanuel Macron anunciou um acordo entre a França e a China para criar um Centro Pompidou de arte contemporânea em Xangai.

Ouça a Crónica sobre a visita de Emmanuel Macron à China.

Crónica de Marco Martins 09/01/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.