Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Assédio sexual divide mulheres sobre homens em França

Assédio sexual divide mulheres sobre homens em França
 
Primeiras páginas dos jornais franceses de 11 de janeiro de 2018 RFI

As primeiras páginas dos jornais franceses estão dominadas por questões de sociedade a nível nacional, enquanto a nível internacional e africano, se refere ao futuro do presidente regional da Catalunha ou do presidente sul-africano.

LE MONDE, titula Assédio sexual: respostas à tribuna de 100 mulheres; a tribuna publicada neste vespertino por um grupo de mulheres denuncia o puritanismo e a vitimização em torno do movimento em torno do hashtagMetoo cria polémica. A controvérsia é reveladora de diferendos antigos e recorrentes sobre o movimento feminista. Michelle Perrot, historiadora do feminismo, reage ao artigo de opinião, sublinhando que é incompreensível a ausência de solidariedade e e inconsciência de actos de violência feitas a mulheres. Sara Hiche denuncia uma nova norma cultural, nota LE MONDE.

Também LIBÉRATION, destaca este tema titulando a liberdade sexual ameaçada. É mesmo verdade? A tribuna assinada por figuras públicas francesas nomeadamente a actriz Catherine Deneuve, defende que os homens devem ter uma liberdade de importunar a mulher e anuncia o regresso da delação e do puritanismo.

Uma contra ofensiva inesperada e violenta que atiça a polémica. As signatárias da tribuna fustigam o feminismo que adopta o rosto do ódio dos homens e ameaça mesmo o flirt à mulher. A vaga purificadora parece sem limites e a galanteria  não é agressão machista, sublinha a tribuna de mulheres como artistas que defendem a sua liberdade e que aprenderam a dizer Não ao homem, sem entrar no puritanismo do movimento MeToo.

Crianças maltratadas, o peso do segredo, é o titulo do jornal LA CROIX. A violência infantil é difícil de detectar, mas começa a emergir pistas de prevenção. É o caso de um dispositivo instalado em 11 círculos supramunicipais para apoiar famílias a fim de consolidarem competências parentais e prevenir riscos de maus tratos feitos à criança, nota LA CROIX.

Imigração, a firmeza de Macron posta à prova é o destaque do FIGARO que sublinha que a proposta de lei de asilo e imigração suscita críticas de esquerda e de movimentos associativos.

Por seu lado, L’HUMANITÉ, destaca o projecto de desenvolvimento Grande Paris: habitantes entre esperança de igualdade e medo da desclassificação.

A nível internacional, LE FIGARO, dá relevo a Catalunha, com o seu presidente regional Puigdemont, a querer governar à distância via Skype.

Refugiado em Bruxelas, desde a polémica do referendo sobre a independência da região autonóma espanhola, o independentista que ganhou o referendo prepara para dirigir-se à distância a Catalunha, mas antes precisa de obter uma maioria na câmara. Puigdemont sabe que se puser os pés na Catalunha para discursar no parlamento catalão ele será preso pelas autoridades centrais de Madrid, nota LE FIGARO.

Em relação à África, o mesmo jornal, refere-se à África do sul perguntando, com ou sem Zuma? Substituído em dezembro na presidência do partido, o presidente sul-africano é acusado de corrupção e de fraude. O ANC debruça-se sobre o seu futuro.

LE MONDE, refere-se  à Tunisia e uma nova revolta de classes populares contra a vida cara e o aumento dos preços de produtos de base.


Sobre o mesmo assunto

  • Revista de Imprensa

    Assédio sexual e jiadismo em França ou ficheiros da morte de JFK

    Saber mais

  • Revista de Imprensa

    Catalunha, violência policial francesa e Coreia do Norte

    Saber mais

  • Revista de Imprensa

    França: conspiracionistas os franceses?

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.