Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

A dança falada de "Act est Fabula"

A dança falada de
 
Adrien Martins, um dos cinco bailarinos no espectáculo de dança contemporânea "Act est Fabula" Laurent Philippe

Em palco cinco bailarinos, cada um assume os seus movimentos individuais num grupo colectivo dirigido, pelo coreógrafo israelita Yuval Pick.

O espectáculo "Act est Fabula" foi apresentado esta semana no teatro nacional de Chaillot em Paris, conhecido pelas apresentações de dança contemporânea.

A expressão que dá título ao espectáculo em latim "act est fabula - a peça está representada" - era usada pelos romanos no fim de cada apresentação. É a partir da dança, do teatro e da exploração de sons, mas também dos movimentos que nasce esta obra.

Entre os bailarinos encontramos Adrien Martins, lusodescendente, tem 25 anos, e descreveu-nos o processo criativo de um espectáculo de dança contemporânea que tem tanto de movimento como de som ou representação aos quais se junta, por acrescimento, humor e divertimento.

 


Sobre o mesmo assunto

  • Artes

    "Viagens na Minha Terra" de Joana Gama

    Saber mais

  • Convidado

    A regra do Jogo de Christiane Jatahy

    Saber mais

  • Vida em França

    "Brother" e a vida urbana de Marco da Silva Ferreira

    Saber mais

  • Artes

    Jeanne Bucher Jaeger: "Uma ponte entre Paris e Lisboa"

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.