Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 20/01 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/01 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/01 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/01 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/01 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/01 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/01 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/01 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Paris: Coletes Amarelos, manifestações sem fim à vista

media "Coletes Amarelos" manifestam neste sábado 15 de Dezembro. REUTERS/Pascal Rossignol

Pelo quinto sábado consecutivo, o Movimento dos “Coletes Amarelos” manifesta um pouco por toda a França. No entanto segundo as autoridades, o número de manifestantes diminuiu em relação às precedentes semanas.

Os “Coletes Amarelos” continuam a manifestar neste sábado, isto apesar das medidas tomadas pelo Presidente da República, Emmanuel Macron.

Recorde-se que o Governo avançou com as seguintes propostas: o aumento do salário mínimo de 100 euros para aqueles que recebem o salário mínimo, a isenção fiscal das horas suplementares, e a anulação do aumento do imposto de contribuição generalizado para os reformados que recebem menos de dois mil euros por mês. As medidas entram em vigor em Janeiro de 2019.

No entanto estes avanços não satisfizeram os “Coletes Amarelos” que querem muito mais. As reivindicações aumentaram com o crescimento do Movimento.

Hoje os “Coletes Amarelos” querem, entre outras reivindicações: Proteger a indústria francesa proibindo as deslocalizações; Fim da política de austeridade interrompendo o pagamento da dívida considerada ilegítima sem fazer cobranças aos mais pobres e arrecadar 80 mil milhões de euros perdidos devido à evasão fiscal; Aumento do salário mínimo para os 1300 euros; Rendas mais baratas, sobretudo para estudantes e trabalhadores precários; Incluir o referendo na Constituição e consulta mais frequente do povo a nível nacional e regional; Fim do imposto retido na fonte; ou ainda Sistema de segurança social igual para todos (incluindo artesãos e empresários).

As manifestações prosseguem neste sábado, mas, segundo os primeiros dados, com uma mobilização menos importante.

Segundo o Ministério do Interior, às 14h, hora de Paris, havia 33 500 “Coletes Amarelos” em toda a França, dos quais 2 000 na capital francesa. De notar que na semana passada, havia 77 000 à mesma hora, dos quais 10 000 em Paris.

A polícia levou a cabo cerca de 95 detenções, das quais 63 ainda estão sob custódia. Na semana passada, à mesma hora, havia 598 detenções, das quais 475 estiveram sob custódia.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.