Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Trump derrotado no Senado bloqueará administração?

media Президент США Дональд Трамп REUTERS/Joshua Roberts

Matematicamente era quase impossivel obter um acordo no Senado americano dando luz verde à construção do muro na fronteira mexicana, reclamada pelo presidente americano, Donald Trump. Impossivel porque eram necessários 60 dos 100 votos e  os republicanos dispõem apenas de 51, e os democratas, sempre se mostraram contra a construção do muro. Logo, Trump, bloqueia verbas para o funcionamento da administração federal.

O Senado americano tinha até à meia noite de ontem para votar um pacote de leis desbloqueando os 5 mil milhões de dólares que o presidente americano, Donald Trump, exige, conforme sua promessa de campanha, para construir um muro na fronteira com o México, para impedir imigrantes ilegais, criminosos e drogas de entrar nos Estados Unidos.

A votação de ontem mostrava-se pois missão impossivel, tendo em conta que dos 100 senadores, eram necessários 60 votos válidos, o que quer dizer que os democratas teriam que votar com os republicanos que dispõem de 51 senadores.

Como não foram conseguidos os 60 votos, o documento foi chumbado, o que já era previsto, tendo em conta a oposição dos democratas.

Assim, o Presidente Trump, que já tinha ameaçado bloquear a administração federal, reagiu imediatamente, dizendo, que as suas ameaças entrarão em vigor, o que na prática são mais de 800 funcionários que estarão sem ordenados.

O Presidente americano, Trump, reafirmou que este bloqueio pode durar muito tempo. Mas para já, a estratégia agressiva de negociação de Trump falhou, porque mesmo nas fileiras dos senadores republicanos 2 não votaram a favor.

E o mais duro para Trump, é que o lider parlamentar republicano no Senado McConnell, que inicialmente defendeu a teoria de votação nuclear, não avançou para esta opção que exige uma minoria relativa, conforme lhe pediu para fazer, ainda ontem à noite, o Chefe da Casa Branca.

Ainda neste drama dos votos, o senador democrata de Alabama, Bob Corker, votou com os republicanos, mas a conta final, 48 a 47, não foi suficiente.

O Senado pode ainda voltar a votar até 21 de dezembro ou mesmo 8 de fevereiro, com o Presidente Donald Trump, insistindo em dizer que terá os fundos para o muro, porque vai manter o bloqueio na administração até ao limite dos prazos.

Por ora, chovem críticas, mesmo numa pequena minoria dos republicanos, mas sobretudo no seio dos democratas.

Só que no passado, também o ex-presidente democrata, Bill Clinton, aplicou a mesma decisão recorrendo ao bloqueio da administração durante 25 dias seguidos.

Também o ex-presidente, Obama recorreu a esta prerrogativa bloqueando a administração federal.

Os democratas fingem não ter memória da acção destes dois presidentes da sua família política, que praticaram o que Trump, agora pratica, criticando duramente o actual Chefe da Casa Branca.

Trump perdeu no Senado e quer bloquear administração 23/12/2018 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.