Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Paris acolhe instalação monumental de Joana Vasconcelos

Paris acolhe instalação monumental de Joana Vasconcelos
 
Joana Vasconcelos diante da sua obra no Bon Marché, em Paris. 16 de Janeiro de 2019. Carina Branco/RFI

Joana Vasconcelos trouxe uma nova “Valquíria” a Paris. Uma figura alegórica que faz parte do seu vocabulário plástico e que representa uma deusa guerreira capaz de devolver a vida a soldados caídos nos campos de batalha. Desta vez, a guerreira chama-se Simone e aparece vestida de branco, com dimensões monumentais a invadirem o luxuoso Bon Marché. A arte, o luxo, a mulher, a artista e a guerreira numa entrevista para ouvir aqui.

Nascida em França em 1971, Joana Vasconcelos foi a primeira mulher e a mais jovem artista a expor no Palácio de Versalhes, em 2012, depois de nomes como Jeff Koons, Xavier Veilhan e Takashi Murakami, tendo sido chamada “A Rainha de Versalhes” pela revista Madame Figaro.

Em 2013, expôs uma obra na mostra Miss Dior, no Grand Palais e foi uma das artistas escolhidas para a mostra "Women House" no museu La Monnaie de Paris, em 2017.

No ano passado, expôs no Hôtel des Arts de Toulon e no Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Estrasburgo. Este ano, vai inaugurar duas obras de arte pública em estaçéoes de metro em Paris e Nice.

Entre herança do ready-made e códigos da pop art e do novo realismo francês, Joana Vasconcelos descontextualiza e subverte objetos banais e transforma-os em enunciados plásticos de reflexões sobre o estatuto da mulher, da sociedade e da própria arte.

Agora, Joana Vasconcelos é a quarta artista a ser convidada para expor no Bon Marché, depois de Ai Weiwei, em 2016, Chiharu Shiota em 2017 e Leandro Erlich em 2018. Para este espaço emblemático da moda, a artista criou uma ‘escultura de alta-costura’, com técnicas portuguesas artesanais, rendas, bordados, brilhos e luzes. A instalação “Branco Luz” pode ser vista até 17 de Fevereiro no Bon Marché, em Paris.

Para ouvir a entrevista, clique na imagem principal.

Para ver o vídeo de apresentação com a artista clique abaixo.


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Paris lançou plataforma de artistas lusófonos

    Saber mais

  • França

    "Diário de resistência” de Daniel Blaufuks em Paris

    Saber mais

  • O mundo desconcertante de Paula Rego em Paris

    Saber mais

  • Convidado

    Vhils expõe “Fragmentos Urbanos” em Paris

    Saber mais

  • Artes

    Chafes e Giacometti “entre o céu e a terra” em Paris

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.