Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

"Há um recuo da liberdade pública"

 
Coletes amarelos manifestam em Paris. REUTERS/Gonzalo Fuentes

Esta semana o jornal francês "Le Canaire Enchaîné" denunciou que os Hospitais Públicos de Paris terão utilizado de forma "inadequada" o registo médico dos coletes amarelos feridos durante as manifestações. De acordo com o mesmo diário, os serviços hospitalares terão utilizado o sistema de informação para o seguimento de vítimas, criado depois dos atentados de 2015, para obter informação pessoal sem o conhecimento dos pacientes.

Nome, sexo, nacionalidade, morada, número de telefone e o tipo de ferimentos do paciente eram algumas das informações que constavam do ficheiro que estavam à disposição dos ministérios do Interior, da Justiça e dos Negócios Estrangeiros. A advogada, Gracinda Maranhão, afirma que se está perante uma situação de quebra de sigilo médico.


Sobre o mesmo assunto

  • Vida em França

    Coletes amarelos: de movimento em movimento

    Saber mais

  • França / Protestos

    Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

    Saber mais

  • França

    Coletes amarelos de novo nas ruas

    Saber mais

  • Economias

    Coletes Amarelos: "mais um sábado a zero para comerciantes"

    Saber mais

  • A

    A "cabana ideal" do século XXI em Paris

    Le Corbusier, um dos mais importantes arquitectos do século XX, continua a influenciar criadores em todo o mundo. No início dos anos 50, realizou um ícone da arquitectura: …

  • "Reforma das pensões é uma questão de justiça"

    A França deu hoje mais um passo no sentido da reforma do sistema de pensões que visa acabar com os regimes especiais, em vigor há mais de 70 anos. Diante do Conselho …

  • Paris homenageia Maria Helena Vieira da Silva

    Paris homenageia Maria Helena Vieira da Silva

    Os quadros “Jardins suspendus” (1955) e “Stèle” (1964), de Maria Helena Vieira da Silva, foram colocados, em Julho, na entrada do Palácio do Eliseu, em Paris. No sábado, …

  • "Obrigado" do guineense Vlady

    O músico guineense residente em Paris, Vlady é o convidado deste magazine Vida em França. De seu nome Vladimir Rumpentiam nasceu a 14 de Novembro de 1989 na vila de Pelundo, …

  • G7 em Biarritz com forte dispositivo de segurança e contra cimeiras

    G7 em Biarritz com forte dispositivo de segurança e contra cimeiras

    A estância balnear de Biarritz, no sudoeste da França, acolhe entre 24 e 26 de Agosto e sob um forte dispositivo de segurança a cimeira do G7, o grupo dos sete países …

  • Desembarque na Provença, uma história africana

    Desembarque na Provença, uma história africana

    “A França tem uma parte de África”, eis a frase pronunciada pelo Presidente Emmanuel Macron nesta quinta-feira 15 de Agosto de 2019, nas comemorações do desembarque das …

  • Assédio sexual: Um ano depois, o que falta fazer

    Assédio sexual: Um ano depois, o que falta fazer

    A França adoptou em Agosto de 2018 o projecto de lei contra o assédio nas ruas. O diploma visa reforçar a repressão de violações e outros abusos sexuais cometidos sobre …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.