Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 16/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 18/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 16/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 18/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 16/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 18/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 16/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 18/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Presidente Macron em campanha para as eleições europeias

media Presidente francês, Macron, em campanha para as europeias de domingo em França Iroz Gaizka/Pool via REUTERS

O presidente francês, Macron, entra em força na campanha europeia já na recta final, com entrevistas publicadas em vários jornais regionais, para denunciar o risco existencial de deslocação da Europa. A oposição reage denunciando Macron que se comporta como chefe de clã e não como chefe de Estado. 

Numa entrevista publicada na imprensa regional francesa, cerca de 40 jornais, excepção para "La Voix du Nord e "Le Télégramme" o presidente da França, Emmanuel Macron, denuncia o "risco existencial de deslocação da Europa".

"Não posso ser um espectador, mas um actor desta eleição europeia", sublinha na entrevista publicada em vários jornais regionais, o presidente francês, Macron.

Na recta final da campanha das eleições europeias de domingo, Macron, justifica assim a sua presença na primeira linha da campanha, afirmando: "se enquanto chefe de Estado, eu deixar que haja uma deslocação da Europa, que construiu a paz e trouxe prosperidade, terei uma responsabilidade perante a história". 

O presidente francês, recebeu igualmente um  grupo de intelectuais europeus que denunciaram em janeiro que a "Europa estava em perigo".

Macron tenta galvanizar as suas tropas em torno da lista Renascimento que nos últimos dias subiu alguns pontos nas sondagens estando taco-a-taco com a União nacional de Marine Le Pen.

Oposição denuncia intervenção de Macron na campanha 

As declarações de Macron, provocaram reacções da oposição, com o cabeça de lista da União Nacional, Jordan Bardella, a declarar que "Macron  desvia a função presidencial, o que é um abuso, para se comportar como um chefe de clã, numa atitude anti-republicana e profundamente desleal."

Por seu lado, um responsável dos Republicanos, oposição da direita, Guillaume Larrivé, denunciou uma "tentativa de assalto plebiscitário, com tudo organizado como se se tratasse de um referendo a favor ou contra Macron ou Le Pen".

Para Manon Aubry, da França Insubmissa, esquerda radical, Macron, adopta o estilo de "ou eu, ou o caos, mas na realidade temo-lo, ele e o caos, pois é em parte responsável das políticas liberais europeias.

"Não me coloco em tal posição de modo nenhum", responde, o Presidente Macron.

Se a lista apoiada pelo presidente chegar em segundo lugar, depois da União Nacional de Marine Le Pen, ficaria reduzida, em todo o caso, a manobra de Macron, enfraquecido por 6 meses de protestos dos coletes amarelos.

Recorda-se que nas útimas eleições europeias, de 25 de maio de 2014, Marine Le Pen, então líder da Frente Nacional, que mudou o nome para União Nacional, ganhou, com 24,86%, dos votos, em 1° lugar, nas listas de França. 

Presidente Macron em campanha para as eleições europeias 21/05/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.