Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

A homenagem de Paris a Teresa Villaverde

A homenagem de Paris a Teresa Villaverde
 
retrospectiva de Teresa Villaverde no Centre Pompidou de 14 de Junho a 1 de Julho. Centre Pompidou

O Centro Pompidou, em Paris, propõe uma retrospetiva inédita da obra da realizadora portuguesa Teresa Villaverde. Até 1 de Julho, os espectadores vão poder assistir a todos os seus filmes, nomeadamente “Três irmãos”, “Os Mutantes”, “Transe” e “Colo”. Uma oportunidade eventual para "ver a obra toda de seguida" até porque "assim é que se percebe a pessoa". 

Num momento em que a França chega uma imagem de um Portugal saído da crise, a chegada às salas francesas do último filme de Teresa Villaverde, "Colo", desperta o espectador para o lado esquecido do “Portugal da Troika” e para as tragédias que contrapõem o chamado “milagre económico português”. Entre realismo e onirismo, "Colo" acompanha uma família a desintegrar-se.

A falta de colo, a melancolia, a revolta, o sentimento de orfandade, a hostilidade do espaço urbano, a inadaptaão e a solidão são temas que pintam toda a sua obra e o Pompidou dá agora a possibilidade de descobrir ou redescobrir uma cineasta singular. E só vendo a obra toda de seguida "se percebe melhor a pessoa", considera Teresa Villaverde nesta entrevista realizada numa das salas do Centro Pompidou.

“Estou muito grata por este convite até porque muitas vezes os meus filmes não são muito vistos em França e em Paris. Assim, há esta oportunidade de quem quer ver poder ver e poder ver todos os filmes. Por acaso é uma coisa que para mim sempre foi importante em relação a outros cineastas: " Não estou a imaginar muitos espectadores que venham ver os filmes todos, mas acho que essa é uma oportunidade óptima e também para eu falar com as pessoas”, afirmou.

Oiça a entrevista clicando na imagem principal.

 

Nascida em Lisboa em 1966, Teresa Villaverde colaborou com João César Monteiro, José Álvaro Morais e João Canijo antes de se lançar, nos anos 90, como realizadora e é da mesma vaga de realizadores como Pedro Costa e João Pedro Rodrigues. No seu percurso premiado, destacam-se, por exemplo, “Três irmãos” (1994), que teve estreia mundial em Veneza, “Os Mutantes” (1998) e “Transe” (2006), ambos selecionados para Cannes.

O filme “Colo”, cujo título em francês é “Contre ton coeur”, chega às salas francesas a 19 de junho, tendo ante-estreia esta sexta-feira, depois de ter estreado em Portugal em outubro do ano passado e de ter sido apresentado no festival de cinema de Berlim. “Colo” também venceu o Prémio Sauvage no festival francês “L'Europe Autour de l'Europe” e o grande prémio Bildrausch Ring of Cinema Art, no festival suíço Bildrausch, dedicado ao cinema de autor.

 


Sobre o mesmo assunto

  • Cinema

    Pompidou exibe retrospectiva de Teresa Villaverde

    Saber mais

  • Artes

    “Fátima”: O conflito entre a fé e a natureza humana

    Saber mais

  • Artes

    “Campo”: Um “Documensaio” português no Cinéma du Réel

    Saber mais

  • Vida em França

    Leonor Teles: Do Urso de Ouro ao Cinéma du Réel

    Saber mais

  • Artes

    José Vieira, o cineasta do “país onde nunca se regressa”

    Saber mais

  • Vida em França

    Paulo Rocha em retrospectiva na Cinemateca Francesa

    Saber mais

  • França

    Novo filme de Laurence Ferreira Barbosa estreou em França

    Saber mais

  • Cinema

    "Menina": “Este filme é como um fado”

    Saber mais

  • Convidado

    Ritmos “kuzola” nos cinemas em França

    Saber mais

  • "Os filhos do colonialismo" na Culturgest

    Entre os dias 19 de Setembro e o 5 de Outubro, em Lisboa realiza-se o "Ciclo Memórias Coloniais", uma série de eventos organizados pela Culturgest, fundação ligada ao …

  • “Bem-vindos às nossas fronteiras fechadas”

    “Bem-vindos às nossas fronteiras fechadas”

    O livro “Clube Mediterrâneo – Doze fotogramas e uma devoração”, foi distinguido na Feira Internacional do Livro de Moscovo na categoria Livro de Autor. A obra foi escrita …

  • Nú Barreto expõe

    Nú Barreto expõe "Homem Imperfeito" em Bruxelas

    O trabalho do artista guineense Nú Barreto vai estar, a partir desta quinta-feira e até 26 de Outubro, na Galerie Nathalie Obadia, em Bruxelas. Composta essencialmente …

  • José Luís Mendonça: o dever de humanidade do escritor

    José Luís Mendonça: o dever de humanidade do escritor

    Nesta edição de Artes falamos de literatura com o escritor angolano José Luís Mendonça, cuja obra é uma estetoscopia da sua sociedade e da África, com em pano de fundo,um …

  • Filme

    Filme "Vitalina Varela" de Pedro Costa com dois Leopardos de Ouro em Locarno

    O filme "Vitalina Varela" a oitava longa metragem do realizador português Pedro Costa de 60 anos de idade, arrecadou no passado sábado (17/08) quatro prémios no Festival …

  • "Código Memória" preserva tempo de escuta

    O projecto "Código Memória" nasceu há um ano em Portugal e chegou este verão ao bairro belga de Matongé, pela mão de Hélder Wasterlain.O escritor, encenador ou ainda …

  • Angola conjuga umbundo e português

    Angola conjuga umbundo e português

    Chega às livrarias angolanas, esta sexta-feira, o dicionário de verbos conjugados em umbundu e português: “Três tempos num só modo”. O dicionário de 209 páginas traduz …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.