Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 25/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 25/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 25/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 25/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Boeing com aviões em terra, mas muitas encomendas

media Vista aérea da 53a Feira de Le Bourget, perto de Paris, a 17 de Junho de 2019. REUTERS/Pascal Rossignol

A Boeing obteve em plena Feira da aeronáutica e do espaço do Bourget, perto de Paris, a decorrer até este domingo, uma impressionante encomenda de aviões. O proprietário da British Airways, IAG, encomendou ao construtor americano 200 aparelhos da frota 737 MAX. A Airbus reclamou à IAG o direito de avançar com uma contra-proposta.

Esta encomenda ocorria numa altura em que a frota dos Boeing 737 MAX está imobilizada pelo mundo fora desde Março na sequência de duas catástrofes aéreas que tiraram a vida no espaço de menos de cinco meses a 346 pessoas.

Um contexto que não impediu que o construtor americano continuasse a tentar vender o aparelho, tendo obtido esta impressionante encomenda da IAG que ultrapassa os 21,45 mil milhões de euros.

Esta compra deveria equipar aviões da British Airways, mas também da Vueling, da Iberia, da Level (de Espanha) e da Aer Lingus (Irlanda).

Esta encomenda veio relegar para segundo plano o sucesso comercial do momento da Airbus: o A321XLR concebido para voos de longo curso e que desde a passada segunda-feira tinha obtido 226 encomendas na feira do Bourget.

Um certame que teria tido um montante de transacções em recuo, em relação a edições anteriores.

A feira abre ao público entre sexta e domingo, após quatro dias reservados aos profissionais.

A indústria aeronáutica tem estado a ser criticada devido à urgência de reduzir as respectivas emissões de CO2 devido às alterações climáticas.

O transporte aéreo representa actualmente 2% das emissões de dióxido de carbono, mas estas deveriam duplicar daqui até 2040.

Neste contexto os aviões eléctricos e aparelhos híbridos aparecem como as tendências do mercado.

Facto confirmado à RFI por Ricardo Patrício, responsável de desenvolvimento de negócios na empresa Active space technologies em Portugal, entidade já presença habitual nesta feira de Le Bourget, certame que assinala agora a sua edição número 53.

Ricardo Patrício, responsável de desenvolvimento de negócios da Active space technologies 20/06/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.