Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Desembarque na Provença, uma história africana

Desembarque na Provença, uma história africana
 
O Presidente francês, Emmanuel Macron (centro), com os seus homólogos guineense, Apha Condé, e marfinense, Alassane Ouattara, no 75° aniversário do desembarque na Provença. ERIC GAILLARD / POOL / AFP

A França tem uma parte de África”, eis a frase pronunciada pelo Presidente Emmanuel Macron nesta quinta-feira 15 de Agosto de 2019, nas comemorações do desembarque das tropas aliadas contra a Alemanha nazi na Provença, no sul do território francês. Cerimónias que contaram com a presença dos Presidentes Alassane Ouattara da Costa do Marfim, e Alpha Condé da Guiné-Conacri, além do antigo Presidente francês Nicolas Sarkozy.

Recorde-se que a 15 de Agosto de 1944, dez semanas depois do desembarque da Normandia, milhares de soldados franceses lançaram uma segunda ofensiva nas praias do sul da França para participar na libertação da Europa da presença da Alemanha nazi.

Além de acelerar a retirada alemã, este segundo desembarque foi altamente simbólico visto que apenas um pequeno grupo de soldados franceses tinha participado no desembarque da Normandia.

Na ofensiva mediterrânica participaram 450 mil homens, dos quais 250 mil eram provenientes das colónias francesas do norte da África, onde figurava também o célebre contingente de fuzileiros senegaleses, na realidade combatentes de várias origens ao Sul do Sahara.

O próprio general Charles de Gaulle minimizou a operação. A lembrança da chamada Operação Dragoon esvaneceu-se ao longo das décadas, eclipsada pelo legado da Normandia.

Rafael Lucas, Professor catedrático da universidade de Bordéus, esclareceu-nos quanto a esse esquecimento e elogiou a atitude de Macron que tem reconhecido os erros franceses no reconhecimento do continente africano na história da França.

O 75° (Septuagésiom quinto) aniversário do desembarque na Provença decorreu no Cemitério Nacional de Boulouris, no litoral mediterrânico, onde estão enterrados 464 soldados mortos na operação.


Sobre o mesmo assunto

  • França

    Dia D: Macron apela a "manter viva a aliança dos povos livres"

    Saber mais

  • Convidado

    Dia D, Macron apelou à “aliança dos povos livres”

    Saber mais

  • REINO UNIDO

    Comemorações do dia D arrancaram em Inglaterra

    Saber mais

  • Revista de Imprensa

    França: 70 anos do desembarque dos aliados na Normandia

    Saber mais

  • "Reforma das pensões é uma questão de justiça"

    A França deu hoje mais um passo no sentido da reforma do sistema de pensões que visa acabar com os regimes especiais, em vigor há mais de 70 anos. Diante do Conselho …

  • Paris homenageia Maria Helena Vieira da Silva

    Paris homenageia Maria Helena Vieira da Silva

    Os quadros “Jardins suspendus” (1955) e “Stèle” (1964), de Maria Helena Vieira da Silva, foram colocados, em Julho, na entrada do Palácio do Eliseu, em Paris. No sábado, …

  • "Obrigado" do guineense Vlady

    O músico guineense residente em Paris, Vlady é o convidado deste magazine Vida em França. De seu nome Vladimir Rumpentiam nasceu a 14 de Novembro de 1989 na vila de Pelundo, …

  • G7 em Biarritz com forte dispositivo de segurança e contra cimeiras

    G7 em Biarritz com forte dispositivo de segurança e contra cimeiras

    A estância balnear de Biarritz, no sudoeste da França, acolhe entre 24 e 26 de Agosto e sob um forte dispositivo de segurança a cimeira do G7, o grupo dos sete países …

  • Assédio sexual: Um ano depois, o que falta fazer

    Assédio sexual: Um ano depois, o que falta fazer

    A França adoptou em Agosto de 2018 o projecto de lei contra o assédio nas ruas. O diploma visa reforçar a repressão de violações e outros abusos sexuais cometidos sobre …

  • Astérix: Os “irredutíveis gauleses” fazem 60 anos

    Astérix: Os “irredutíveis gauleses” fazem 60 anos

    Os famosos heróis Astérix e Obélix fazem 60 anos. Os “irredutíveis gauleses”, criados em 1959 por René Goscinny e Albert Uderzo, têm uma nova aventura assinada pelo argumentista …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.