Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 13/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 13/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 13/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 13/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Paris semeia memória de Marielle Franco

media Marinete da Silva, mãe de Marielle Franco RFI

Paris inaugurou este sábado um novo jardim em homenagem à vereadora brasileira Marielle Franco, assassinada em Março de 2018 no Rio de Janeiro.

O jardim Marielle Franco situa-se junto da estação de comboio Gare de l'Est, no décimo bairro Paris. Trata-se de um jardim suspenso, com três terraços e uma vista para uma das principais estações de comboio da capital francesa.

Na inauguração estiveram presentes mais de 500 pessoas, entre elas os familiares de Marielle Franco. A activista brasileira defendia as "flores da resistência", lembra a filha de Marielle, Luyara Santos.

A Marielle "era uma pessoa muito iluminada. Depois de dia 14 de Março deixou várias sementes e estar neste jardim hoje é muito significativo", afirmou a filha da activista.

Para Marinete da Silva, a mãe da vereadora, esta homenagem é uma forma de pressionar o governo brasileiro a quem pede justiça pela morte da filha.

"Uma homenagem deste tamanho é mais uma forma de pressionar o governo brasileiro a ter um olhar diferente em relação ao caso da minha filha porque independentemente da Marielle ser uma activista, a Marielle era um ser humano plural", lembra Marinete da Silva.

Esta semana o nome de Marielle Franco foi indicado para o Prémio Sakharov atribuído pela União Europeia pela luta a favor dos direitos humanos. Na lista foram indicados três outros nomes brasileiros: o líder Caiapó Raoni, o antigo deputado federal Jean Wyllys (PSOL) e a defensora da Amazónia Claudilice Silva dos Santos.

O assassínio de Marielle Franco levantou várias manifestações de solidariedade em França. A fotografia da vereadora brasileira ficou meses exposta em vários prédios da capital francesa, entre eles o edifício da Câmara Municipal de Paris, que colocaram a imagem da activista brasileira nas fachadas.

Reportagem jardim Marielle Franco 21/09/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.