Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Artigo

Zona do euro superou a fase mais arriscada da crise das dívidas, afirma Les Echos

media RFI

A zona do euro teria superado a pior fase da crise das dívidas, segundo o jornal econômico Les Echos. O diário conservador Le Figaro dedica sua manchete à campanha presidencial francesa, assim como o jornal progressista Libération.

Les Echos informa hoje, ainda sobre as dívidas, que a França e a Itália estão conseguindo emitir seus títulos nos mercados pagando juros mais baixos do que o esperado.

Por outro lado, Portugal continua sofrendo pressão com juros altos, na esteira da crise grega.

Campanha presidencial na França

O diário conservador Le Figaro dedica sua manchete à campanha presidencial francesa, assim como o jornal progressista Libération.

Le Figaro informa que Sarkozy colocou o tema da imigração no centro de sua campanha. O presidente tenta a qualquer preço atrair votos de eleitores da extrema-direita, partidários de Marine Le Pen, para evitar o fiasco de não passar para o segundo turno. Para o Le Figaro, quando Sarkozy fala de imigração e temas religiosos ele toca em preocupações legítimas dos eleitores de direita.

Já o progressista Libération ataca o presidente com uma manchete que afirma que no mandato de Sarkozy as classes mais abastadas da população foram as principais favorecidas pelas políticas liberais do governo.

O Libé se apoia num estudo do instituto Terra Nova, próximo do candidato favorito às eleições, o socialista François Hollande. Segundo um estudo do Terra Nova, dos 84 bilhões de euros de dinheiro público distribuídos durante o governo Sarkozy, 50 bilhões foram parar no caixa das empresas, 19 bilhões de euros beneficiaram famílias das classes média e alta por intermédio de incentivos fiscais, sobrando apenas 15 bilhões para o restante da população.
 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.