Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 09/02 16h00 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/02 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 09/02 17h00 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/02 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 09/02 18h00 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/02 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 09/02 19h00 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/02 19h10 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 07/02 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 16h06 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 07/02 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 17h06 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 07/02 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 18h06 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 07/02 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 19h06 GMT
Artigo

Hospital de Grenoble desmente boatos sobre morte de Schumacher

media Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, onde Michael Schumacher está internado. REUTERS/Charles Platiau

O Centro Hospitar Universitário (CHU) de Grenoble informou nesta quinta-feira (06) que o ex-campeão de Fórmula 1 Michael Schumacher não morreu, desmentido os boatos sobre o falecimento do esportista que começaram a circular através da rede social Twitter. Alguns jornais chegaram a publicar matérias afirmando que o ex-piloto havia morrido e citando supostas fontes anônimas da imprensa alemã.

“O hospital desmente [as informações] que Michael Schumacher morreu”, disse a porta-voz do CHU de Grenoble, no sudeste da França. De acordo com a direção do estabelecimento, o atleta vem sendo retirado gradualmente do coma induzido. Os médicos dizem, no entanto, que o processo pode ser muito longo.

Os rumores afirmando que Schumacher teria falecido começaram a circular no Twitter no meio desta semana. Alguns sites de jornais chegaram a publicar a informação, que foi rapidamente reproduzida nas redes sociais de todo o mundo.

Ontem, no final da tarde, uma dezena de jornalistas e cinco equipes de televisão se instalaram diante do hospital, em busca da confirmação dos boatos. Mas o CHU ratificou as informações do último boletim médico, do dia 30 de janeiro, que relata a gradual retirada do atleta do coma induzido.

O ex-piloto alemão de 45 anos de idade foi hospitalizado em Grenoble após um grave acidente de esqui na estação de Méribel, nos Alpes franceses, em 29 de dezembro. A polícia investiga o acidente que aconteceu no circuito não-balizado da estação e que foi gravado por uma câmera no capacete de Schumacher.

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.