Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 13/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 13/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 13/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 13/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

No Brasil, Lilian Thuram prossegue luta contra o racismo no futebol

No Brasil, Lilian Thuram prossegue luta contra o racismo no futebol
 
Lilian Thuram, ex-zagueiro da seleção francesa. RFI/Siegfried Forster

O ex-craque francês Lilian Thuram está no Brasil para acompanhar uma copa do mundo paralela de alunos de colégios franceses no exterior. Zagueiro da seleção francesa campeã do mundo em 1998 (3 a 0 contra o Brasil) e aproveita a oportunidade para divulgar uma mensagem que se tornou uma cruzada particular: a luta contra o racismo, principalmente no futebol.

Thuram, 42 anos, é presidente da Fundação Educação contra o Racismo. Em entrevista exclusiva para a RFI Brasil, ele disse que “é importante falar do racismo no esporte sempre que possível, principalmente para sensibilizar as crianças, para explicar que o racismo não é algo natural do ser humano”.

“Durante uma Copa do mundo, tudo ganha mais amplitude, então aproveitar o evento para falar sobre o racismo é essencial”, acrescenta.

Para o ex-craque, o racismo no futebol nasce do racismo que existe na sociedade, que é construída a partir de hierarquias baseadas na cor da pele. “Seja na França, na Itália ou no Brasil, nós reproduzimos essa hierarquia – as pessoas de pele clara vão para o topo e as de cores mais escuras vão para baixo”, explica. “As pessoas de cores mais escuras são as que sofrem mais preconceito, seja onde for, França, Itália, Brasil, Argentina ou Suécia, isso é ligado à história”, acrescenta.

Banana para o racismo

O professor Carlos Alberto Figueiredo da Silva é pesquisador de relações étnico raciais em esportes. Ele diz que o episódio envolvendo Daniel Alves na Espanha, em que o jogador brasileiro descascou e comeu uma banana que lhe foi atirada por um torcedor racista, ampliou as discussões sobre o tema. “O assunto conseguiu alcançar espaços em que o racismo não era discutido, inclusive entre crianças”.

O especialista lembra que o racismo no futebol se tornou explícito nos últimos dez anos. “Não só a Fifa, mas toda a sociedade está discutindo o racismo no futebol, mas sem elementos concretos para efetivamente dar um basta nisso”. Ele acrescenta que “ainda há muito a ser feito, principalmente no campo educacional”.

A Copa do Mundo de Futebol das Escolas Francesas no Exterior acontece em Brasília, com a participação de 12 equipes de 12 países e 120 estudantes. A final acontece dia 15, domingo.


Sobre o mesmo assunto

  • Fato em Foco

    Dia mundial contra racismo destaca preconceito no esporte

    Saber mais

  • Villareal é multado em 12 mil euros por gesto racista de torcedor contra Daniel Alves

    Saber mais

  • Espanha/Racismo no futebol

    Polícia espanhola prende torcedor que lançou banana a Daniel Alves

    Saber mais

  • Fato em Foco

    Especialistas comentam episódios de racismo no esporte

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.