Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 19/02 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/02 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 19/02 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/02 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 19/02 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/02 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 19/02 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/02 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Relações Portugal/Angola aprofundam-se

Por
Relações Portugal/Angola aprofundam-se
 
Se nos últimos anos foi sobretudo Angola que estava a investir em Portugal, os lusos parecem estar despertar pouco a pouco p ara o potencial do mercado angolano. RFI

No nosso magazine de "Economias" desta sexta-feira falamos acerca da visita de Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros português, a Angola. Depois de a economia angolana ter sofrido drasticamente com a queda do preço do petróleo, Portugal considera que poderá ajudar o país a diversificar-se, dando especial atenção à área da agricultura. É nomeadamente devido a isso que, se nos últimos anos foi sobretudo Angola que estava a investir em Portugal, os lusos parecem estar despertar pouco a pouco p ara o potencial do mercado angolano. O economista angolano José Cerqueira considera que o investimento português em Angola é muito importante para o país, sobretudo se for aberto às pequenas e médias empresas.


Sobre o mesmo assunto

  • ANGOLA

    Ministro dos Negócios Estrangeiros português visita Angola

    Saber mais

  • Economias

    Ano sombrio para a economia dos PALOP

    Saber mais

  • Economias

    Acordo da OPEP seguido com expectativa em Angola

    Saber mais

  • Economias

    Membros da OPEP chegam a acordo sobre produção de petróleo

    Saber mais

  • O que está em jogo no CETA

    O que está em jogo no CETA

    Nesta Quarta-feira, o Parlamento Europeu adoptou o tratado de comércio livre com o Canadá, o CETA. Ao fim de 7 anos de negociações renhidas …

  • Angola: professores em precaridade extema ameaçam greve

    Angola: professores em precaridade extema ameaçam greve

    Angola em plena crise económica e financeira devido à baixa dos preços do petróleo e à não diversificação da sua …

  • As consequências do default moçambicano

    As consequências do default moçambicano

    A economia moçambicana atravessa momentos complicados com o Governo a confirmar, dois dias antes da data prevista, o não pagamento da prestação …

  • Os TACV podem sair da

    Os TACV podem sair da "zona de turbulência económica" ?

    Nesta edição do magazine consagrado à Economia, o destaque vai hoje para os TACV, Transportes Aéreos de Cabo Verde. A transportadora nacional …

  • Ruptura de relações entre Angola e Israel

    Ruptura de relações entre Angola e Israel

    No magazine ECONOMIAS de hoje, vamos dar destaque a Angola e ao possível impacto económico do anúncio israelita de ruptura de relações …

  • Ano sombrio para a economia dos PALOP

    Ano sombrio para a economia dos PALOP

    Neste magazine Economias fazemos o balanço económico de 2016 nos cinco países africanos de língua oficial portuguesa-PALOP. O ano 2016  …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.