Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 19/11 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/11 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/11 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/11 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 19/11 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/11 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/11 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/11 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 19/11 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/11 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/11 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/11 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 19/11 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/11 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/11 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/11 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Novas nuvens nas relações Angola Portugal ?

Novas nuvens nas relações Angola Portugal ?
 
Manuel Vicente, vice-presidente angolano. REUTERS/Hugo Correia

Os temas em foco pelos nosso convidados foram de Angola à Guiné-Bissau, da França a Portugal.

Justiça portuguesa põe em xeque vice-presidente angolano, Angola onde um jornalista da agência afp acabou por ser solto após a sua cobertura da tragédia no Estádio no Uíge.

Enquanto isso o Conselho de segurança da ONU demonstrava a sua preocupação com o impasse político na Guiné-Bissau.

Já em França a candidatura de Emmanuel Macron denunciava interferências russas na campanha para as eleições presidenciais e o caso da suposta agressão policial a um jovem da periferia de Paris continuava a dar que falar.

 


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Vão surgir novas tensões entre Angola e Portugal ?

    Saber mais

  • Convidado

    Presidenciais francesas face a ameaças cibernéticas

    Saber mais

  • Convidado

    Actual governo da Guiné-Bissau “é um nado-morto”

    Saber mais

  • Convidado

    Não baixa a tensão à volta do "caso Theo"

    Saber mais

  • Convidado

    Alexandre Solombe: "Detenção de repórter visava estorvar o seu trabalho"

    Saber mais

  • Isabel dos Santos perde Sonangol

    Isabel dos Santos perde Sonangol

    Angola tem nova gestão para companhia petrolífera, com vários filhos do antigo chefe de Estado dos Santos a serem exonerados dos respectivos cargos. No …

  • Fundo soberano angolano também nos

    Fundo soberano angolano também nos "Paradise Papers"

    Neste recapitulativo da semana vista pelos nossos convidados, focamos o nosso olhar sobre os "Paradise Papers", em particular sobre Angola, os últimos …

  • Nova Iorque de novo alvo de atentados

    Nova Iorque de novo alvo de atentados

    Um atentado em Nova Iorque matou pelo menos oito pessoas, dirigente catalão destituído deslocou-se para Bruxelas enquanto em França chegava ao fim …

  • Quénia votou entre boicotes e violência

    Quénia votou entre boicotes e violência

    O assassínio de uma jornalista em Luanda chocou Angola. No Quénia a repetição das eleições presidenciais decorreu sob forte …

  • Devastação em Portugal, confusão no PAIGC

    Devastação em Portugal, confusão no PAIGC

    Em Portugal nova vaga de incêndios semeou a destruição e a morte. Na Guiné-Bissau a sede do PAIGC foi palco de desacatos. O mundo assinalou …

  • Dias de tensão em Moçambique

    Dias de tensão em Moçambique

    Moçambique foi de novo confrontado com a violência enquanto Angola vive uma nova era, estes são temas em foco. No plano internacional realçámos …

  • Nova era em Angola

    Nova era em Angola

    Angola teve aqui um lugar especial com a tomada de posse das novas autoridades, enquanto o Curdistão iraquiano votava pela independência em referendo. Em …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.