Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 18/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 18/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 18/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 18/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau à procura de governo

media Interior da sede do PAIGC em Bissau Miguel Martins/RFI

O dia foi de ajuste de contas em Bissau após as acusações de nepotismo e obstrução à justiça formuladas contra o primeiro-ministro cessante pelo presidente da república na noite passada. Domingos Simões Pereira, falando hoje perante dirigentes e membros do PAIGC, prometeu divulgar números das contas públicas e um relatório do FMI.

O primeiro-ministro ontem demitido insurgiu-se contra as acusações feitas na noite passada contra ele pelo chefe de Estado.

José Mário Vaz questionara, nomeadamente, onde teriam passado 85 milhões de euros detectados no saldo das operações financeiras do Estado no último ano.

O PAIGC deverá tomar uma posição quanto à figura que devem indicar ao presidente da república, também ele saído das fileiras do partido histórico guineense.

Essa personalidade teria a incumbência de formar novo governo.

Este acabou por cair devido à quebra da confiança entre o presidente e o primeiro-ministro, alegara o chefe de Estado.

Domingos Simões Pereira, actual líder do Partido africano para a indpendência da Guiné e Cabo Verde, aposta no regresso à liderança do executivo, neste sentido, de acordo com ele, o PAIGC apontaria de novo o seu nome para chefiar novo governo.

Porém a incompatibilidade entre ele e o chefe de Estado, que gerou esta longa crise política, tornaria dificilmente verosímil um regresso à situação vigente até esta quarta-feira.

A comunidade internacional tem reagido ao longo do dia demonstrando apreensão pelo espectro do regresso da instabilidade à Guiné-Bissau.

E isto após o sucesso da mesa redonda de Bruxelas em Março que culminara com promessas de financiamentos na ordem dos 1 000 milhões de euros.

Miguel Trovoada, representante do secretário-geral da ONU em Bissau, sublinha a prudência com que a comunidade internacional olha para esta nova peripécia do muito conturbado processo democrático guineense à luz dos acontecimentos que se devem seguir.

Miguel Trovoada, representante do secretário-geral da ONU em Bissau 13/08/2015 ouvir

 Confira aqui com Mussá Baldé, o nosso correspondente em Bissau, o relato do dia na capital guineense.

 

Correspondência de Mussá Baldé 13/08/2015 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.