Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/02 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/02 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/02 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/02 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/02 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/02 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/02 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/02 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau está fora do CAN 2017

media José Luís Mendes Lopes "Zezinho", capitão da selecção da Guiné-Bissau. RFI/Pierre René-Worms

A Guiné-Bissau foi derrotada no domingo 22 de Janeiro por 2-0 frente ao Burkina Faso, equipa comandada pelo técnico português Paulo Duarte. Com esta derrota, os guineenses são eliminados da prova que decorre no Gabão.

Os guineenses deviam vencer no domingo 22 de Janeiro frente ao Burkina Faso para ter uma hipótese de seguir em frente no CAN 2017 que decorre no território gabonês. No outro encontro, o Gabão não podia vencer para ajudar as contas dos Djurtus. No entanto, o rumo dos acontecimentos não favoreceu a equipa comandada por Baciro Candé.

No encontro em Libreville, as duas equipas, os Camarões e o Gabão, empataram sem golos, o que ditou o apuramento dos camaroneses e o afastamento do país anfitrião.

Em Franceville, o Burkina Faso não deu hipóteses à Guiné-Bissau que acabou por perder por 2-0. Os Djurtus tentaram reagir após o primeiro golo, que foi na própria baliza e apontado pelo defesa guineense Rudinilson aos 12 minutos, mas apesar das várias tentativas, o golo não apareceu.

Na segunda parte, o Burkina Faso voltou a marcar cedo, aos 58 minutos pelo avançado Bertrand Traoré. A partir daí e com um certo cansaço físico acumulado, a Guiné-Bissau não conseguiu dar a volta ao resultado.

A primeira participação dos Djurtus termina com uma derrota, 2-0 frente à equipa de Paulo Duarte, isto após a derrota frente aos Camarões, 2-1, e o empate frente ao Gabão, 1-1.

Os Djurtus participavam pela primeira vez na prova. No entanto o director do futebol da Selecção Guineense, Catió Baldé, lamentou a ausência de orgãos de comunicação vindos de Portugal, afirmando que foi um desprezo dessa imprensa.

Catió Baldé, director de futebol da Guiné-Bissau 23/01/2017 ouvir

O próximo Campeonato Africano das Nações decorre em 2019 nos Camarões.

É já a pensar nesse CAN que fica o Gabão.

Pela quarta vez, um pais anfitrião é eliminado do CAN. Após a Etiópia em 1976, a Costa do Marfim em 1984 e a Tunísia em 1994, foi a vez do Gabão em 2017.

Ontem à noite, os gaboneses empataram a zero frente aos Camarões e foram eliminados, terminando no terceiro lugar do grupo A com três pontos, atrás dos Camarões e do Burkina Faso.

Serge Kevyn Angoué, avançado do Gabão que joga em Portugal no Leiria, admitiu que foi uma decepção, mas que o país vai tentar fazer melhor no próximo CAN.

Serge Kevin Angoué, futebolista do Gabão 23/01/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.