Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 27/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 27/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 27/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 27/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Guiné-Bissau: CEDEAO lança ultimato

Guiné-Bissau: CEDEAO lança ultimato
 
José Mário Vaz e Domingos Simões Pereira do PAIGC em conferência de imprensa a 17 de Abril 2014 Carine Frenk/RFI

O presidente da comissão da CEDEAO, o beninês Marcel de Sousa deu um ultimato ao Presidente José Mário Vaz para que se cumpra o Acordo de Conacry.

Marcel de Sousa afirmou esta terça-feira (7/03) à RFI (em francês) ter recebido instruções dos chefes de Estado da CEDEAO para a retirada precoce dos cerca de 500 soldados da ECOMIB já a partir de Abril, como forma de pressionar o Presidente José Mário Vaz a nomear Augusto Olivais para primeiro ministro e formar um governo de consenso, como previsto no Acordo de Conacry de Outubro 2016.

Uma "boa notícia" considera João Bernardo Vieira, porta-voz do PAIGC, partido vencedor das eleições gerais de 2014, que garante que o PAIGC vai e pela primeira vez no país conseguir ultrapassar esta crise "sem violência".


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Guiné-Bissau:"O problema está nas pessoas e não nas leis do país"

    Saber mais

  • Convidado

    Actual governo da Guiné-Bissau “é um nado-morto”

    Saber mais

  • GUINÉ-BISSAU

    Guiné-Bissau: Programa de governo não irá à Assembleia

    Saber mais

  • Guiné-Bissau

    A droga novamente em questão na Guiné-Bissau

    Saber mais

  • Guiné-Bissau

    Guiné-Bissau:"Sr. Presidente faça favor, saia"

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.