Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Presidente da Guiné-Bissau: País vai mudar "doa a quem doer"

media José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau. SEYLLOU / AFP

O Presidente da Guiné-Bissau disse, este sábado, que o país vai mudar "doa a quem doer". José Mário Vaz falava durante o primeiro dia da sua primeira presidência aberta, num discurso em que sublinhou que a luta contra a corrupção tem sido o principal problema desde que foi eleito.

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, disse que o país vai mudar "doa a quem doer". A declaração foi feita este sábado, no primeiro dia da sua primeira presidência aberta, num comício popular na cidade de Gabu, a 200 quilómetros de Bissau. A sua presidência aberta tem como lema: “No Djunta Mon pa no Kumpu no Terra” – “Unamo-nos para construir o nosso país”.

Hoje, José Mário Vaz deverá visitar alguns departamentos estatais em Gabu e, depois, desloca-se ao sector de Pirada. O presidente vai ficar na região leste até segunda-feira, dia em que regressa a Bissau.

José Mário Vaz disse, ontem, que os militares se vão manter longe do jogo político e que a liberdade de manifestação e de imprensa é uma garantia.

O ênfase do discurso foi a luta contra a corrupção que considerou ser o principal problema que tem tido com diferentes governos que já derrubou. Jomav destituiu cinco executivos desde que chegou à Presidência em Julho de 2014.

O presidente indicou que 90 dias depois de dar posse ao primeiro governo, liderado por Domingos Simões Pereira, percebeu que não podia contar com aquela equipa para mudar o país. Depois, disse que, a partir de 12 de Agosto de 2015, iniciou a luta contra a corrupção no aparelho do Estado.

José Mário Vaz afirmou, ainda, que desde que foi eleito nunca recebeu dinheiro de nenhum membro do governo ou de alguém ligado ao aparelho do Estado.
 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.