Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 12/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 12/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 12/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 12/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Eleições adiadas no Supremo Tribunal de Justiça

media Balança da Justiça. Imagem de Arquivo. Flickr

Na Guiné-Bissau as eleições previstas para esta terça-feira no Supremo Tribunal de Justiça serão adiadas. Uma nova data a indicar deverá ser encontrada pelo conselho superior da magistratura judicial.

Já não terá lugar a eleição, esta terça-feira, para a escolha do novo presidente do Supremo Tribunal de Justiça. Fontes ligadas ao processo eleitoral, que coloca frente a frente os juízes conselheiros do Supremo Tribunal, Paulo Sanhá e Saido Baldé, avançaram à RFI a informação segundo a qual não haverá eleição pelo menos esta terça-feira.

Uma nova data a indicar será encontrada agora pelo conselho superior da magistratura judicial.

Este órgão tem em mãos duas contestações ao ato eleitoral: Um incidente de suspeição em relação à comissão eleitoral e um pedido de esclarecimento sobre o universo eleitoral, ou seja uma dúvida sobre o número e os nomes de todos os juízes com capacidade para votar.

Enquanto estas questões não forem devidamente esclarecidas a votação para a escolha do novo líder do Supremo Tribunal de Justiça não terá lugar.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Mussá Baldé.

Correspondência de Mussá Baldé 03/04/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.