Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: fim da "Semana da Crioulidade"

media Rua de Bissau. ISSOUF SANOGO / AFP

Terminou ontem a "Semana da Crioulidade", que vai na terceira edição, e que ocorre sempre no mês de Maio, mês de África. O intuito é o de promover a língua crioula e, durante a semana, tiveram lugar encontros temáticos em que várias entidades e utilizadores da língua crioula descutiram aspetos genéricos do crioulo.

 A "Semana da Crioulidade", que já vai na terceira edição, tem como principal objectivo o de difundir a língua e a cultura crioula. Para tal, foram vários os aspectos abordados: além de conferências, houve também projecções de filmes, representações teatrais, lançamentos de livros, etc... A iniciativa abordou sobretudo os legados culturais de Amílcar Cabral e José Carlos Schwarz. 

Académicos, jornalistas, escritores, investigadores, professores, guineenses e estrangeiros debateram as formas que possam levar à normatização do crioulo que, segundo a organização das jornadas da Kriolofonia, é utilizado por cerca de 94% dos cidadãos da Guiné-Bissau no seu dia-a-dia.

Se a primeira edição se dedicou às expressões do crioulo e a segunda sobre o eixo escrita-ortografia, a edição deste ano consagrou-se às "diferentes formas de manifestação e de apropriação entre os falantes e os escritores", como se pode ler no comunicado pela Corubal, a cooperativa por detrás da organização do evento. 

As jornadas da Kriolofonia acontecem em cada dois anos, mas Spencer Embaló, da organização, disse à RFI que, para 2019, o assunto poderá ser levado à plenária do Parlamento para uma discussão com os deputados, ao mesmo tempo que serão analisadas as experiências do uso do crioulo no Senegal e em Cabo Verde.

Confira aqui as palavras de António Spencer Embaló, um dos organizadores do evento, um som recolhido  pelo nosso correspondente na Guiné-Bissau, Mussá Baldé, falante de crioulo e que também participou no evento como convidado. 

António Spencer Embaló, um dos organizadores da "Semana da Crioulidade" 14/05/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.