Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 20/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Artur Sanhá em campanha para a liderança do PRS

media Imagem de Arquivo. SEYLLOU SEYLLOU / AFP

Esta segunda-feira, Artur Sanhá, antigo primeiro-ministro, apresentou aos militantes a sua candidatura à liderança do PRS e garantiu que se for eleito o partido terá um outro posicionamento perante a crise política que assola o país. O congresso do PRS para escolher novo líder decorre entre 26 e 29 de Setembro.

Na corrida à liderança do Partido da Renovação Social, Artur Sanhá, antigo primeiro-ministro e ex-secretário-geral dos renovadores, criticou a posição do PRS em relação ao apoio ao presidente da República.

O congresso do PRS para escolher novo líder decorre entre 26 e 29 de Setembro, sob o lema “Consolidação do Estado de direto democrático para melhor servir a Guiné-Bissau". Os candidatos já abriram as hostilidades, pelo menos a nível verbal, com ataques e promessas de revelações bombásticas.

Artur Sanhá apresentou-se, ontem, aos militantes para lhes garantir que, se for eleito, o PRS terá um outro posicionamento perante a crise política que assola o país. Sanhá  entrou em ruptura com o posicionamento da atual direcção do partido, que apoia as iniciativas do chefe do Estado, com o PRS a integrar os cinco governos até aqui nomeados por José Mário Vaz.

Além de Artur Sanhá, concorrem à liderança Alberto Nambeia, actual líder do partido, Ibraima Sori Djaló, antigo presidente do parlamento, Sola N´Quilin, actual ministro da Administração Territorial, Fernando Correia Landim, ex-ministro das Pescas, Aladje Sonco, funcionário das Alfândegas de Bissau, Aladje Nanque, ex-deputado, e Ribana Bder Na Nkek e Camnate Djata, membros do conselho nacional do PRS.

Esta vai ser o primeiro congresso do partido sem a presença de Kumba Ialá, que morreu em Abril de 2014, em circunstâncias ainda não totalmente esclarecidas. O congresso vai realizar-se na localidade de Gardete, nos arredores de Bissau.

Oiça aqui a reportagem de Mussá Baldé, correspondente em Bissau.

Correspondência de Mussá Baldé, Bissau 19/09/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.