Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: data de eleições para breve

media José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau. 2 de Maio de 2017. ISSOUF SANOGO / AFP

O Presidente José Mário Vaz ouviu todos os partidos legalizados no
país, cerca de 40 partidos, para lhes perguntar sobre a data das
próximas eleições legislativas que o próprio defende que devem ser
ainda este ano.

No cômputo geral das opiniões dos partidos, as eleições devem ter lugar em Outubro ou Novembro, uma vez que já se percebeu que, tecnicamente, o escrutínio não poderá ter lugar no mês de maio.
Os partidos que estiverem nos governos, propostos pelo Presidente, quase
todos eles defendem a realização de eleições em Novembro deste ano, defendendo ainda que se marque uma data o quanto antes.

Para o Partido da Renovação Social (PRS), a única questão neste momento é eleger um novo presidente da Comissão Nacional de Eleições, já que o anterior está no estrangeiro em missão numa organização internacional.

O outro bloco de partidos, onde se insere o PAIGC, diz que quer as eleições, contudo reitera que antes será preciso formar um governo na base do Acordo de Conacri, instrumento considerado pela comunidade internacional como única saída para crise política guineense.

Acontece que dois dos subscritores do Acordo de Conacri, o PRS e o grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC, denunciaram o acordo, dizendo que aquele instrumento já não serve.

Aguarda-se que nos próximos dias o Presidente José Mário Vaz publique
um decreto marcando a data das eleições legislativas.

Correspondência Mussá Baldé 02/03/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.