Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 21/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 21/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 21/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Guiné-Bissau: que economia o futuro governo vai encontrar?

Guiné-Bissau: que economia o futuro governo vai encontrar?
 
Economista guineense Santos Fernandes. RFI/Liliana Henriques

Ao cabo de anos de instabilidade quase crónica, a Guiné-Bissau pretende virar a página mas continua a enfrentar vários desafios a nível económico. Exemplo disso, um acesso reduzido a serviços básicos como a electricidade, a grande dependência aos rendimentos da monocultura da castanha de caju, a fraca capacidade em controlar a exploração das riquezas naturais, nomeadamente os recursos florestais e haliêuticos, a ausência de condições para atrair grandes investidores, de gerar receitas fiscais para impulsionar a maquina do Estado e também – e sobretudo- de criar emprego para os jovens que representam mais de 60% da população guineense. Estes foram alguns dos aspectos sobre os quais nos debruçamos com o economista guineense Santos Fernandes.


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Guiné-Bissau: o veredicto das urnas

    Saber mais

  • Convidado

    Miguel de Barros « estabilidade do regime só será determinada pelas presidenciais »

    Saber mais

  • Convidado

    Levantar os pés do chão com os « Netos de Bandim »

    Saber mais

  • Convidado

    Mulheres da Guiné-Bissau

    Saber mais

  • Convidado

    Zinha Vaz e o combate pelas mulheres da Guiné-Bissau

    Saber mais

  • Convidado

    Saúde e educação na campanha guineense

    Saber mais

  • Convidado

    Domingos Simões Pereira expõe os planos do PAIGC

    Saber mais

  • Convidado

    A estratégia do PRS para a Guiné-Bissau

    Saber mais

  • Convidado

    O projecto de Braima Camará para a Guiné-Bissau

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.