Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 20/05 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 19/05 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/05 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/05 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 19/05 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/05 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/05 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 19/05 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/05 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/05 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 19/05 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/05 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Nicolau dos Santos escapa à detenção

media  
Continua o folhetim do arroz doado pela China à Guiné-Bissau ISSOUF SANOGO / AFP

Nicolau dos Santos, ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, resistiu ontem a uma ordem de prisão preventiva da Polícia Judiciária. Em causa está o desvio de várias dezenas de toneladas de arroz doadas pela China. Três pessoas já foram detidas.

Continua o folhetim do arroz doado pela China à Guiné-Bissau. Esta quinta-feira, o ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural resistiu a uma ordem de prisão preventiva da Polícia Judiciária. 36 toneladas de arroz foram encontradas na casa do ministro e outras tantas num armazém em Bafatá pertencente ao conselheiro do presidente José Mário Vaz e ex-ministro do interior Botché Candé, arrendado pelo Ministério da Agricultura.

O ministro da Agricultura está a ser investigado pela Polícia Judiciária como sendo o autor do desvio do arroz. Ontem, gerou-se um tumulto no Ministério da Agricultura em Bissau. A PJ tentou prender Nicolau dos Santos mas os guardas do governante, elementos da Polícia de Ordem Pública, não permitiram a detenção.

Esta sexta-feira, o ministro do Interior Edmundo Mendes, que tutela a Polícia de Ordem Pública, veio dizer que não houve pedido de qualquer ajuda por parte da PJ para a detenção ao Ministro da Agricultura.

Emilio Iano Mendes, advogado do ministro, considerou que a ordem de detenção era ilegal, facto pelo qual o governante se recusou a cumpri-la. O advogado acusa a PJ de usurpação de competências do Ministério Público ao conduzir toda esta operação de buscas e apreensões do arroz doado pela China.

Em solidariedade com Nicolau dos Santos, o Partido da Renovação Social, de que o ministro é dirigente, considera o processo uma clara afronta ao partido.

Para o PRS é o próprio primeiro-ministro, Aristides Gomes quem está por detrás deste processo.

Com a colaboração de Mussá Baldé, correspondente em Bissau.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.