Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 16/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 16/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 16/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 16/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Presidente guineense José Mário Vaz esclarece impasse na formação do governo

media Presidente da Guiné-Bissau José Mário Vaz © Sia Kambou, AFP

Presidente José Mário Vaz cujo mandato termina a 23 de Junho, convocou a imprensa para eslarecer as razões do impasse político no país, que continua sem governo dois meses depois das eleições legislativas de 10 de Março.

Foi durante um encontro informal com cerca de 30 jornalistas, num inédito pequeno-almoço de trabalho esta sexta-feira (10/05) que José Mário Vaz aproveitou para falar dos temas quentes do país, entre outros da desavença em torno da constituição da mesa da Assembleia Nacional Popular:

Atraso na nomeação do novo Governo, justamente hoje que se completaram dois meses após às eleições

Guerra aberta entre o Ministério Público e a Polícia Judiciária quanto ao paradeiro do arroz oferecido ao país pela China,

Silêncio presidencial quanto à marcação da data das presidenciais, que devem ter lugar ainda este ano.

3°Sobre a nomeação do novo Governo, o presidente guineense fez saber que ainda não o fez por estar a aguardar que se acabe o impasse na composição da mesa parlamentar, onde os partidos não se entendem e agora esperam por um veredicto judicial.

Mussa Baldé, correspondente em Bissau 10/05/2019 ouvir

Em relação à guerra aberta entre o judiciário, José Mário Vaz diz que lamenta a troca de mimos na praça pública entre duas instituições do Estado.

Disse, à propósito, que vai convocar o sindicato dos magistrados para saber deles o que se passa no Ministério Público ao ponto de o sindicato estar a exigir ao Presidente que demita o Procurador-Geral da República Bacari Biai.

Sobre a data das presidenciais, José Mário Vaz afirmou que ainda não marcou nada por estar a aguardar que os órgãos de gestão eleitoral, CNE e GTPAE, apresentem uma proposta concreta para a realização de escrutínio, que a União Europeia pretende que tenha lugar ainda este ano, conforme o previsto no ciclo eleitoral do país.

Esta quinta-feira (9/04) o Encarregado de Negócios da representação da União Europeia na Guiné-Bissau, Alexandre borges, lamentou a morosidade na formação do governo,quando se pronunciou para assinalar o Dia da Europa.

O mandato do Presidente José Mário Vaz termina a 23 de Junho, e ele reiterou esta sexta-feira que após quatro anos de desentendimento entre os guineenses, esperava que as eleições de 10 de Março ultrapassassem esse impasse, mas constata que continua a não haver diólogo e que a "violência verba" começou logo no primeiro dia a seguir às eleições legislativas, e que sem entendimento é "impossível" indigitar o futuro primeiro-ministro, que segundo a Constituição, será Domingos Simões Pereira, o presidente do PAIGC, o partido mais votado .

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.