Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Guiné-Bissau

Presidenciais a 24 de Novembro na Guiné-Bissau

media José Mário Vaz, presidente guineense, aquando do recenseamento a 20 de Setembro de 2018 visando as eleições legislativas.. Miguel de Barros

Na Guiné-Bissau o presidente José Mário vaz marcou hoje as eleições presidenciais para 24 de Novembro. O anúncio foi feito em decreto presidencial. A decisão do chefe de Estado foi tomada depois de ter ouvido os partidos, a Comissão Nacional de Eleições e o Governo. José Mário Vaz cumpre cinco anos de mandato no domingo.

O decreto presidencial foi tornado público momentos depois das auscultações.

A maioria dos partidos políticos defendeu a realização das presidenciais a 24 de Novembro, como forma de incluir alguns eleitores que apesar de se terem recenseado, não conseguiram votar nas eleições legislativas de 10 de Março.

A mesma posição foi defendida pelo Primeiro-ministro Aristides Gomes que também aconselhou à realização do escrutínio em Novembro.

É nesta base e com pequena alteração em relação à data de 3 Novembro proposta pela Comissão Nacional de Eleições que o Presidente da República decide fixar o escrutínio a 24 Novembro.

Confira aqui a reportagem em Bissau de Aliu Candé.

Correspondência de Bissau 18/06/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.