Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Empresa Kroll vai fazer auditoria à dívida pública de Moçambique

media Barcos da EMATUM no Porto de Maputo, 22 de Abril de 2016. STRINGER / AFP

O governo moçambicano cedeu à exigência do Fundo Monetário Internacional para a realização de uma auditoria à dívida pública. A norte-americana Kroll vai ser a empresa que vai fazer a auditoria à EMATUM (Empresa Moçambicana de Atum), Proindicus e MAM (Moçambique Asset Management).

A empresa de consultoria de riscos com sede em Nova Iorque, Kroll, vai ser a responsável pela auditoria à EMATUM (Empresa Moçambicana de Atum), Proindicus e MAM (Moçambique Asset Management). A consultora terá um prazo de 90 dias para o fazer. O anúncio foi feito esta sexta-feira pela Procuradoria-Geral da República.

O governo cede, assim, à exigência do Fundo Monetário Internacional para a realização de uma auditoria internacional à dívida pública.

O FMI suspendeu, em Abril, os apoios financeiros a Moçambique até que a situação da dívida de 1,4 mil milhões de dólares - contraída sem o aval do parlamento por três empresas com garantias do Estado - esteja esclarecida.

Oiça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, Correspondente em Maputo 05/11/2016 ouvir

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.