Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 16/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 16/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 16/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 16/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Filipe Nyusi admitiu indícios de crime nas dívidas ocultas

media Filipe Nyusi Miguel Martins/RFI

Em Moçambique, o presidente da República, Filipe Nyusi, admitiu haver indícios de crime na contracção da dívida pelas empresas EMATUM , Mam e Proindicus. As declarações foram feitas com base nos resultados do relatório da Kroll.

Apontando os resultados do relatório da auditoria da Kroll, o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, reconheceu haver indícios de crime na contracção da divida de dois mil milhões de dólares pelas empresas MAM, EMATUM e PROINDICUS, entre 2013 e 2014.

Filipe Nyusi falava no encerramento da sexta sessão da FRELIMO e disse que é tempo de deixar a justiça trabalhar no processo sobre as dívidas ocultas de Moçambique, dentro do espírito da separação de poderes.

No seu discurso de encerramento do encontro de dois dias, Nyusi anunciou a elaboração pelo seu governo de um plano de acção para o reforço dos mecanismos da dívida pública e para reforçar a transparência da coisa pública.

Por outro lado, o chefe de Estado assegurou aos membros do seu partido que o executivo vai colaborar com a Procuradoria-Geral da República na implementação das recomendações da Kroll, mas sem pré julgamentos, para que não se corra o risco de usurpar competências dos que detêm o respectivo poder.

Reportagem de Orfeu Lisboa 29/07/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.