Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/01 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/01 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/01 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/01 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/01 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/01 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/01 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/01 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/01 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/01 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/01 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/01 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/01 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/01 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Moçambique : um olhar sobre as dívidas ocultas

Por
Moçambique : um olhar sobre as dívidas ocultas
 
Os barcos de pesca de "Ematum" e 8 lanchas rápidas, pertencentes à empresa estatal moçambicana "Proindicus", no Porto de Maputo, em 22 de abril de 2016. AFP 2016

A integração nas contas oficiais de Moçambique dos empréstimos ocultos a três empresas públicas empurrou o país para uma crise sem precedentes nas últimas décadas.

Isto levou os parceiros internacionais a suspender os seus apoios à Moçambique, a moeda desvalorizou-se a pique e a inflação subiu até 25% em 2016, agravando o custo de vida, já de si elevado para o povo moçambicano. O escândalo das dívidas ocultas que começou em Setembro de 2013 e emergiu em Abril de 2016 depois da imprensa moçambicana ter revelado que a Ematum (uma empresa moçambicana de atum) era detida pelos serviços secretos do país.

O FMO (Forum de Monitoria de Orçamento), entidade que congrega organizações da sociedade civil moçambicana, entregou no mês de Julho de 2017 ao Conselho Constitucional (CC) uma petição destinada à declaração de inconstitucionalidade do empréstimo da Ematum, empresa que beneficiou de dívidas ocultas. Em conversa com a RFI, Andes Chivangue, investigador e professor na Universidade Eduardo Mondlane e membro da coordenação do FMO, dá o seu ponto de vista sobre a situação do país.

  • Davos /  Economia

    Davos / Economia

    A Suiça acolherá, de 22 a 26 de Janeiro, em Davos, a  48ª edição do Forum Económico Mundial. Este ano, as mudanças …

  • Os desafios de Mário Centeno no Eurogrupo

    Os desafios de Mário Centeno no Eurogrupo

    No Magazine Economias desta semana, o destaque vai para a tomada de posse de Mário Centeno, neste sábado 13 de Janeiro, como presidente do Eurogrupo, o …

  • Angola: depreciação do kwanza

    Angola: depreciação do kwanza

    Em Angola a moeda nacional - o kwanza - vai passar a ter um câmbio flutuante face às moedas de referência, dependente da procura pelos bancos comerciais, …

  • Fórum Macau assinala 15 anos

    Fórum Macau assinala 15 anos

    O ano de 2018 que hoje começa ficará marcado pelo 15° aniversário da criação do Fórum para a cooperação económica …

  • Desafios do orçamento de Estado angolano para 2018

    Desafios do orçamento de Estado angolano para 2018

    O "Economias" desta sexta-feira analisa o primeiro orçamento de Estado de João Lourenço para 2018. Num contexto em que Angola vive uma …

  • Bitcoin, a criptomoeda do momento

    Bitcoin, a criptomoeda do momento

    No nosso magazine de "Economias" desta sexta-feira falamos acerca do Bitcoin. A criptomoeda, criada em 2008 para ser utilizada para fins transaccionais na Internet, …

  • "Quarta operadora vai tornar mercado mais competitivo"

    O governo angolano vai lançar um concurso público internacional para um quarto operador de telecomunicações, incluindo rede fixa, móvel …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.