Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Moçambique: Manuel Tocova foi preso por posse ilegal de arma

media Nampula, Moçambique. Google Maps

O presidente interino de Nampula, Manuel Tocova, foi detido por posse ilegal de arma de fogo. O presidente do MDM, Daviz Simango, disse não concordar nem compactuar com a posse de arma por parte de um membro do partido.

O edil interino de Nampula, Manuel Tocova, foi detido, na quarta-feira, por posse ilegal de arma.

Hoje, o presidente do MDM, Daviz Simango, disse que o partido não compactua que membros do partido detenham armas.

Manuel Tocova afirmou, esta semana, estar a ser alvo de ameaças e perseguição por um grupo de homens armados, incluindo pela polícia, por suspeita de envolvimento no assassínio do ex-autarca Mahamudo Amurane, ocorrido a 4 de Outubro.

Orfeu Lisboa, Correspondente em Maputo 09/11/2017 ouvir

Esta terça-feira, na reportagem do correspondente da RFI em Moçambique, Manuel Tocova considerou estar a ser alvo de uma armadilha e disse que a acção visa denegrir a sua imagem numa altura em que Nampula se prepara para eleições intercalares.

O jornal moçambicano O País noticiou, esta segunda-feira, que Manuel Tocova se encontrava “em parte incerta” e que afirmou ter-se transformado “no segundo Dhlakama”.

Entretanto, o governo moçambicano anunciou que as eleições autárquicas intercalares em Nampula vão decorrer a 24 de Janeiro de 2018.

O presidente do município de Nampula, Mahamudo Amurane, foi morto a tiro à porta de casa, a 4 de Outubro e Manuel Tocova assumiu o município como presidente interino, tendo substituído dez vereadores e seis chefes de postos administrativos.

Esta quarta-feira, o Tribunal Judicial da Província de Nampula considerou nula e sem efeito jurídico a nomeação por Manuel Tocova desses vereadores e chefes de postos administrativos.

Na sequência das nomeações, o edil interino de Nampula foi condenado a três meses de prisão suspensa por desobediência.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.