Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Natal em Moçambique

media Cidade de Maputo à noite. DIF

Os Moçambicanos comemoram o Natal sob o signo da austeridade, devido à crise económica que o país enfrenta.

Em tempos de crise económica e pelo terceiro ano consecutivo para os moçambicanos, as festas de natal e de fim de ano são feitas sob o signo da austeridade. Iolanda Cintura, governadora da cidade de Maputo, a capital do país, reconhece que estes são tempos difíceis por isso apela à contenção.

O problema é ainda mais grave para a maioria dos cidadãos moçambicanos porque o que está a faltar é o dinheiro para usar nesta época de muito consumo.

Por ser um estado laico, em Mocambique o dia de natal perdeu grande parte do simbolismo religioso e foi declarado logo nos primeiros anos da independência como dia da família. Mesmo assim são esperadas para este período, a entrada através da fronteira de Ressano Garcia, de cerca de 500 mil pessoas entre estrangeiros e nacionais que trabalham e residem na vizinha África do Sul.

Mais pormenores com o nosso correspondente Orfeu Lisboa.

Correspondência de Orfeu Lisboa 24/12/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.