Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/03 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/03 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/03 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/03 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/03 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/03 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/03 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/03 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/03 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/03 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/03 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/03 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Adelino Timóteo lança livro sobre Uria Simango

Adelino Timóteo lança livro sobre Uria Simango
 
Uria Simango, um dos líderes da Frelimo durante a luta anti-colonial. Facebook

Nesta semana, o escritor e jornalista moçambicano Adelino Timóteo lançou na cidade da Beira, em Moçambique, o seu mais recente livro "Os últimos dias de Uria Simango", uma obra que retrata o percurso deste que foi um dos líderes de relevo da Frente de Libertação de Moçambique, Frelimo, durante a luta contra o regime colonial português e que depois do país aceder à independência acabou por ser executado juntamente com a esposa Celina em finais da década de 70, sob a acusação de traição.

Alguns livros foram escritos sobre este episódio, nomeadamente "Uria Simango, um homem, uma causa" de Barnabé Lucas Ncomo, mas deste período conturbado durante o qual se deram lutas intestinas dentro do partido no poder -com um trágico desfecho para os dissidentes- restam poucos vestígios.
Ao evocar os motivos, alguns deles mais íntimos, que o conduziram a ir avante com este livro, o autor Adelino Timóteo recorda o percurso multifacetado de Uria Simango.
 

  • Moçambique:

    Moçambique: "A ver se acontece algum milagre"

    À "espera de algum milagre" mas "conformados" é a forma como alguns moçambicanos se sentem depois da destruição deixada pelo ciclone Idai. Na Catedral da Beira, este …

  • Moçambique: Número de mortos continua a aumentar

    Moçambique: Número de mortos continua a aumentar

    No centro de Moçambique continuam as operações de regaste, depois da passagem do ciclone Idai ter deixado um rasto de destruição inigualável.A imagem área da cidade da …

  • Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

    Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

    As autoridades moçambicanas fizeram uma nova actualização quanto ao número de vítimas provocadas pelo ciclone Idai, subiram para 293 o número de pessoas que perderam …

  • Brexit: 27 unidos, até quando?

    Brexit: 27 unidos, até quando?

    Os líderes da União Europeia estão hoje reunidos em Bruxelas para discutir o pedido de adiamento do Brexit apresentado pelo Governo britânico.A faltar pouco mais de uma …

  • Estado de emergência em Moçambique

    Estado de emergência em Moçambique

    Depois da passagem do ciclone Idai, que devastou a cidade da Beira, os voluntários multiplicam-se em Moçambique para socorrer à crise humanitária que atinge o país.

  • Crise humanitária em Moçambique

    Crise humanitária em Moçambique

    Em Moçambique a situação agrava-se depois da passagem do ciclone Idai que devastou a cidade da Beira. Largas dezenas de pessoas perderam a vida. Segundo dados do Instituto …

  • Campos Elísios acordam de um pesadelo

    Campos Elísios acordam de um pesadelo

    A XVIII manifestação dos coletes amarelos queria ser uma resposta ao fim do "Grande Debate" nacional conduzido pelo Presidente francês. Na avenida dos Campos Elísios …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.