Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Moçambique: tudo a postos para as eleições autárquicas

media Comissão Nacional de Eleições em Moçambique CNE & STAE Moçambique

Em Moçambique os órgãos eleitorais garantem estar criadas todas as condições para a realização em segurança das quintas eleições autárquicas na próxima quarta feira.

O Director geral do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral  - STAE - Felisberto Naífe, garante que estão criadas todas as condições em termos de logística e de segurança, para que o processo de votação nas quintas eleições autárquicas decorra num clima de tranquilidade na quarta-feira, dia 10 de Outubro.

"...os materiais já se encontram todos nas autarquias, à espera de sua colocação nas mesas das assembleias de voto, o que significa que já foram cumpridas todas as etapas do calendário eleitoral".

Em conferência de imprensa, os órgãos eleitorais fizeram um balanço positivo da campanha de caça ao voto encerrada este domingo (7/10).

A missão de observação da CPLP a este escrutíneo, tem 18 elementos e vai estar presente em cinco municípios: Maputo, Matola, Beira, Quelimane e Nampula.

O seu chefe, o cabo-verdiano Amílcar Spencer Lopes afirma "estamos expectantes que decorra de forma ordeira e com resultados positivos para a nação moçambicana". 

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo 08/10/2018 ouvir

Entretanto, a Sala da Paz, um grupo de organizações da sociedade civil através do seu representante Dércio Alfazema mostra-se reticente , face aos incidentes registados durante a campanha nalgumas províncias moçambicanas como Tete, Zambézia e Gaza.

"...nós entendemos que esse é um sinal de que há uma situação eminente, são locais de grande risco de incidentes, o que remete para alguma preocupação e um tratamento especial".

Também o Centro de Integridade Pública - CIP - refere que os últimos dias de campanha foram marcados por "sinais preocupantes de violência" envolvendo simpatizantes dos três principais partidos Frelimo, Renamo e MDM.

O processo de votação vai decorrer na quarta feira (10/10), nas 53 cidades e vilas autárquicas do país, para a escolha dos respectivos presidentes dos conselhos autárquicos e os membros das assembleias autárquicas.

Estão inscritos perto de cinco milhões de eleitores contra os 7 milhões inicialmente previstos avançaram os órgãos eleitorais, a Comissão Nacional de Eleições CNE e o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral STAE.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.