Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 16/12 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 14/12 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/12 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/12 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 16/12 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 14/12 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/12 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/12 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/12 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 14/12 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/12 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/12 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 16/12 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 14/12 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/12 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/12 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Moçambique aprova Orçamento de Estado

media Assembleia da República de Moçambique ANTÓNIO SILVA/LUSA

A Assembleia da República de Moçambique, aprovou hoje e, em definitivo o Orçamento do Estado para 2019 que fixa a despesa em pouco mais de 5 mil milhões de euros.
O orçamento foi aprovado com votos da Frelimo, no poder. A oposição votou contra.

Moçambique aprovou, nesta quinta-feira em definitivo, o Orçamento do Estado para 2019 com um défice de cerca de 1.2 milhões de euros dos quais espera cobrir através de donativos e da ajuda externa e avaliou as despesas do Estado em cerca de 5 mil milhões de euros (33.3 % do produto interno bruto).

A Renamo e o MDM, partidos de oposição, votaram contra o Orçamento do Estado, porque consideram que o orçamento não vai focalizar as áreas sociais, enquanto a Frelimo, o partido que suporta o governo, aprovou a favor do OE e do plano económico para o próximo ano.

Absorvem maior volume do orçamento os sectores da educação, infra-estruturas, agricultura e desenvolvimento rural, com 21,5%, 14%, e 11% da despesa total, respectivamente, excluindo as operações financeiras e encargos da dívida. 

Carlos Agostinho do Rosário, o primeiro ministro, comentou este Orçamento.

 

 Confira a reportagem do correspondente da RFI em Moçambique, Orfeu Lisboa.

 

Moçambique aprova Orçamento do Estado 06/12/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.