Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 25/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 25/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 25/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 25/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Moçambique: fome em Gaza afecta mais de 300 mil pessoas

media Efeitos terríveis da seca em Moçambique que mata gados e agora ameaça pessoas em Gaza DR

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, INGC, poderar decretar, nos próximos dias, o alerta laranja face à fome que afecta mais de 300 mil pessoas de quatro distritos da provincia de Gaza, no sul de Mocambique. Há pessoas na região que já "estão numa situação crítica em que já não há alimentos", afirma a directora-geral do organismo.

Mais de trezentas mil pessoas de quatros distritos da província de Gaza no sul de Moçambique passam fome. Uma situação preocupante, revela Augusta Maita Directora Geral do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, INGC. 

"Já estão numa situação crítica em que já não há alimentos; e esta é uma das etapas que nós pensamos cumprir que é descobrir alimentos onde estão demonstradas as fragilidades."

As populações afectadas pela fome já estão a beneficiar de apoios, sublinha ainda a Directora-geral do INGC. 

"Uma das razões que nos fez escalar o distrito de Mapai e sobretudo a província de Gaza é precisamente para virmos aferir aqui no local as condições reais para ver se há condições para nós propormos a declaração de um alerta localizado em face da situação específica da província de Gaza." 

Durante quatro dias, a Directora geral do INGC Augusta Maíta trabalhou na província de Gaza para averiguar a situação de insegurança alimentar. 

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa correspondente em Maputo 22/12/2018 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.