Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/03 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/03 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/03 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/03 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/03 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/03 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/03 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/03 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Paris lançou plataforma de artistas lusófonos

Paris lançou plataforma de artistas lusófonos
 
Desenho de Marina Mana realizado no arranque da plataforma.10 de Janeiro de 2019. RFI/Carina Branco

A Casa de Portugal, em Paris, foi palco do lançamento da Luso - Plataforma de Arte, Cultura e Língua Portuguesa, esta quinta-feira. A rede junta artistas portugueses, moçambicanos, brasileiros e franceses e estreou-se com uma “edição zero” de um festival que leva música, dança, teatro, desenho, instalação e vídeo a palcos parisienses até 20 de Janeiro.

O lançamento da Luso-Plataforma de Arte, Cultura e Língua Portuguesa ocorreu esta quinta-feira, na Casa de Portugal da Cité Universitaire de Paris, e marcou o pontapé de saída da edição zero de um festival lusófono que vai decorrer até 20 de Janeiro em Paris.

Os "Fados, poemas e outras canções" de Rita Ana inauguraram o evento na Casa de Portugal.

Escolhi basicamente uma mistura entre fado e samba e integrei também umas canções de música tradicional da Beira Baixa. Noto que são coisas que são todas bastante tristes. A temática é triste e isso encontra-se tanto no fado como no samba, às vezes até mais no samba, apesar do ritmo ser alegre”, descreveu Rita Ana.

Ao ritmo das canções, a artista portuguesa Marina Mana desenhava, a tinta-da-china, as silhuetas dos músicos em palco e elementos do público.

Estive aqui a fazer um trabalho em directo, a desenhar os artistas que estavam a cantar, a desenhar os espectadores. Tudo sempre com tinta-da-china porque é um gesto muito imediato e corresponde bem a esse trabalho sobre o tempo que passa”, explicou Marina Mana.

O objetivo da plataforma é criar encontros entre artistas portugueses, moçambicanos, brasileiros e franceses em Paris. João Costa Espinho, coreógrafo e fundador do projeto, quis criar novas oportunidades e intercâmbios.

É uma plataforma que permite que, por um lado, artistas lusófonos se encontrem eventualmente para trocar experiências, mas também partilhem o seu trabalho entre eles e com o público em Paris de forma a permitir a internacionalização do seu trabalho. E permite, eventualmente, que programadores locais e estrangeiros possam descobrir o trabalho deles”, afirmou João Costa Espinho.

"Tudo quanto vi - um poema coreográfico para Sophia de Mello Breyner" é a proposta dos coreógrafos portugueses Solange Melo e Fernando Duarte.

Um dos poemas que nós utilizamos, quanto mais o oiço, mais penso o quão maravilhosa bailarina a Sophia de Mello Breyner poderia ter sido porque ela conseguiu definir em cinco versos o que o bailarino é: “Inventei a dança para me disfarçar…”, afirmou o coreógrafo Fernando Duarte.

A moçambicana Euridice Kala, residente em Paris,  apresenta "A felicidade vem do coração...", uma performance experimental com vídeo, música e dança que é uma reflexão sobre o trabalho no espaço pós-colonial moçambicano.

Faz parte de um projecto de pesquisa de cinco, seis anos que eu começo a materializar e que faz uma reflexão sobre o trabalho no espaço pós-colonial português, Moçambique neste caso. Esta peça é entre a composição de um grupo coral, os trabalhos de pesquisa e a entrevista ao Tenente Valentim por Eduardo Noronha”, descreveu a artista.

Além da Casa de Portugal, a Luso - Plataforma de Arte, Cultura e Língua Portuguesa vai apresentar ao público francês 19 artistas lusófonos na Gulbenkian de Paris, no centro cultural 104 e em outros espaços da capital francesa.


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Portologia: Os segredos do Vinho do Porto em Paris

    Saber mais

  • Convidado

    Vhils expõe “Fragmentos Urbanos” em Paris

    Saber mais

  • Convidado

    Fado Clandestino quebra fronteiras em Paris

    Saber mais

  • Artes

    “Angola Janga”, uma história de resistência em BD

    Saber mais

  • Convidado

    Mayra Andrade levou o seu “afecto” até Paris

    Saber mais

  • Vida em França

    Lucibela em Paris “para o mundo fora”

    Saber mais

  • Artes

    Comédia sobre imigração vai estrear-se em França

    Saber mais

  • França

    "Diário de resistência” de Daniel Blaufuks em Paris

    Saber mais

  • O mundo desconcertante de Paula Rego em Paris

    Saber mais

  • Artes

    Rodrigo Leão levou a saudade até Paris

    Saber mais

  • Vida em França

    Inspiração portuguesa na alta gastronomia francesa

    Saber mais

  • Vida em França

    Marques’Almeida: O fado "grunge" na moda de Paris

    Saber mais

  • Artes

    Chafes e Giacometti “entre o céu e a terra” em Paris

    Saber mais

  • Vida em França

    De Paris, com Saudade

    Saber mais

  • França

    O adeus ao dramaturgo francês Richard Demarcy

    Saber mais

  • Convidado

    Ritmos “kuzola” nos cinemas em França

    Saber mais

  • Artes

    "Cantadores de Paris" vão gravar disco em Portugal

    Saber mais

  • França

    Arte urbana “Made in Portugal” em destaque em Paris

    Saber mais

  • França

    Leonor Teles premiada em Paris

    Saber mais

  • Artes

    Lulendo, o mestre do quissange, tem novo disco

    Saber mais

  • Artes

    José Vieira, o cineasta do “país onde nunca se regressa”

    Saber mais

  • Artes

    Jeanne Bucher Jaeger: "Uma ponte entre Paris e Lisboa"

    Saber mais

  • Convidado

    Richard Zimler: Trump "é como uma criança de 5 anos”

    Saber mais

  • França

    Novo filme de Laurence Ferreira Barbosa estreou em França

    Saber mais

  • Vida em França

    A fuga de 60 estudantes afrolusófonos de Portugal para França deu um livro

    Saber mais

  • Artes

    Paris: “A Rua” vai juntar artistas portugueses

    Saber mais

  • Artes

    “Era Angola”, fantasmas da guerra em fotografia

    Saber mais

  • França/Portugal

    Editora francesa que publicou portugueses não resistiu à crise

    Saber mais

  • Artes

    Dupla portuguesa “Borderlovers” expõe em Paris

    Saber mais

  • Ciência

    Exposição portuguesa “Viral” em Paris

    Saber mais

  • França

    Paris é palco de “lusoscopia” de artistas portugueses

    Saber mais

  • “Campo”: Um “Documensaio” português no Cinéma du Réel

    “Campo”: Um “Documensaio” português no Cinéma du Réel

    O filme “Campo”, do realizador português Tiago Hespanha, está em competição internacional no Cinéma du Réel, o Festival Internacional do Filme Documentário, em Paris, …

  • Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

    Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

    As autoridades moçambicanas fizeram uma nova actualização quanto ao número de vítimas provocadas pelo ciclone Idai, subiram para 293 o número de pessoas que perderam …

  • Brexit: 27 unidos, até quando?

    Brexit: 27 unidos, até quando?

    Os líderes da União Europeia estão hoje reunidos em Bruxelas para discutir o pedido de adiamento do Brexit apresentado pelo Governo britânico.A faltar pouco mais de uma …

  • Estado de emergência em Moçambique

    Estado de emergência em Moçambique

    Depois da passagem do ciclone Idai, que devastou a cidade da Beira, os voluntários multiplicam-se em Moçambique para socorrer à crise humanitária que atinge o país.

  • Crise humanitária em Moçambique

    Crise humanitária em Moçambique

    Em Moçambique a situação agrava-se depois da passagem do ciclone Idai que devastou a cidade da Beira. Largas dezenas de pessoas perderam a vida. Segundo dados do Instituto …

  • Campos Elísios acordam de um pesadelo

    Campos Elísios acordam de um pesadelo

    A XVIII manifestação dos coletes amarelos queria ser uma resposta ao fim do "Grande Debate" nacional conduzido pelo Presidente francês. Na avenida dos Campos Elísios …

  • João dos Santos Martins leva a sua “Companhia” a Paris

    João dos Santos Martins leva a sua “Companhia” a Paris

    O coreógrafo João dos Santos Martins leva a peça “Companhia” ao festival Étrange Cargo, em Paris, a 19, 20 e 21 de Março. Num “lugar partilhado com os espectadores”, …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.