Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Moçambique: E depois do Idai?

media Cruz Vermelha ajuda populações na Beira, em Moçambique. International Federation of Red Cross and Red Crescent Societie

Em Moçambique continua a subir o balanço de vítimas do ciclone Idai, com muitas populações ainda isoladas e à espera de socorro. Nas províncias de Sofala e Manica, as mais afectadas, falta de tudo um pouco, nomeadamente combustíveis.

Começa a faltar, de tudo um pouco para a população das Províncias do centro de Moçambique afectadas pelo ciclone Idai.

Nas Províncias de Manica e Sofala por exemplo a falta de combustível também começa a fazer-se sentir.

Também severamente afectada pelo ciclone Idai, a província de Manica regista até ao momento, com a descoberta de mais 30 corpos, nesta quinta-feira perto de cinquenta óbitos, 16 feridos e 17 mil afectados.

Muitas destas pessoas já estão em centros de acomodação, outras ainda precisam de um tecto, nem que seja improvisado.

Na lista das consequências está também a destruição de 8 mil infra-estruturas públicas e privadas, uma região que também está a precisar de toda ajuda humanitária possível.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Orfeu Lisboa 21/03/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.