Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 16/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 16/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 16/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 16/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar
 
Sobreviventes do ciclone Idai em centro de evacuação na cidade de Beira, Moçambique. Denis Onyodi/Red Cross Red Crescent Climate Centre/Handout via R

As autoridades moçambicanas fizeram uma nova actualização quanto ao número de vítimas provocadas pelo ciclone Idai, subiram para 293 o número de pessoas que perderam a vida e há ainda mais de 1500 feridos.

A passagem deste ciclone afectou 350.000 pessoas. Os apoios estão principalmente a ser canalizados para a cidade da Beira. Na segunda cidade do país continua a faltar abastecimento eléctrico e começam a levantar-se problemas como a falta de produtos básicos. O preço o pão duplicou. As equipas de socorro continuam a resgatar pessoas presas em telhados ou em campos alagados.

"É a primeira vez que o país é atingido por um ciclone desta dimensão", descreve Samuel Mondlane, activista da ONG moçambicana Justiça Ambiental, "é uma verdadeira calamidade natural provocado pelo aquecimento global".


Sobre o mesmo assunto

  • Economias

    Idai abranda crescimento de Moçambique

    Saber mais

  • Moçambique

    Beira ameaçada por proliferação de doenças

    Saber mais

  • Convidado

    Estado de emergência em Moçambique

    Saber mais

  • Moçambique

    Campanha de solidariedade a vítimas do ciclone IDAI em Moçambique

    Saber mais

  • Crise da Boeing e urgência climática no arranque do Le Bourget

    Crise da Boeing e urgência climática no arranque do Le Bourget

    De hoje até dia 23 de Junho decorre a feira Internacional de Aeronáutica e Espaço de Paris – Le Bourget. Mais de 320.000 visitantes são esperados nesta 53ª edição. Os …

  • Grande Armada de Rouen termina este Domingo

    Grande Armada de Rouen termina este Domingo

    Termina este Domingo a sétima edição da "Grande Armada" de Rouen, na Normandia no norte de França, uma das maiores mostras de veleiros a nível mundial. 46 veleiros participaram …

  • MPLA: Congresso não excluiu Tchizé dos Santos

    MPLA: Congresso não excluiu Tchizé dos Santos

    O MPLA tem congresso extraordinário agendado para este sábado no Complexo turístico Futungo 2, a sul de Luanda.Paulo Pombolo é o secretário para a informação e propaganda …

  • Albinos,

    Albinos, "uma luta contra a ignorância"

    Assinala-se esta quinta-feira o Dia Mundial de Consciencialização do Albinismo. Uma data que serve para informar e combater a perseguição e descriminação.Em África o …

  • Energia em África

    Energia em África "um mercado apetecível"

    Entre 11 e 14 de Junho Lisboa acolhe o Fórum de Energia de África, cujo objectivo é atrair investimentos para este sector no continente africano, para João Branco director …

  • A revolta dos trabalhadores das urgências em França

    A revolta dos trabalhadores das urgências em França

    Os protestos e as greves duram há praticamente três meses nos serviços de urgência em França. Em causa, a falta de efectivos, de materiais e de reconhecimento. Face ao …

  • Hong-Kong: milhões independentistas contra lei de extradição

    Hong-Kong: milhões independentistas contra lei de extradição

    Milhões de manifestantes voltam às ruas de Hong-Kong. Estão contra a lei de extradição para a China, que a admnistração do território garante implementar.Rocha Dinis, …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.