Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Reintegração vai excluir guerrilheiros reformados da Renamo

media Imagens de arquivo. AFP PHOTO / MARIA CELESTE MAC'ARTHUR

Depois de ter recebido a lista da Renamo, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse que o processo de desmilitarização, desmobilização e reintegração dos guerrilheiros da Renamo só vai incluir os jovens e não os que já estão na reserva. As declarações foram feitas este sábado, em Maputo.

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, recebeu a lista da Renamo para a reintegração dos guerrilheiros e avisou, hoje, em Maputo, que os que já foram para a reforma não vão ser integrados nas forças de segurança de Moçambique.

Recebemos a lista dos elementos da Renamo que devem ser incorporados nas fileiras como núcleo inicial. Nós, o governo, não temos a moral suficiente para incluir os homens já na reserva e outros na reforma ou desmobilizados em detrimento daqueles que se encontram ainda nas fileiras da Renamo, aqueles pelo qual o diálogo com o falecido Dhlakama visava abranger”, afirmou o presidente.

Os que fazem parte da lista já estiveram nas forças armadas de defesa de Moçambique. Uns passaram à reserva com subsídios de integração atribuídos. Vamos dar oportunidade a mais outros jovens e cidadãos para dar a sua contribuição para a defesa de Moçambique”, concluiu Filipe Nyusi.

O processo de desmilitarização, desmobilização e reintegração dos guerrilheiros da Renamo deveria estar concluído antes das eleições de Outubro.

Filipe Nyusi, Presidente moçambicano 18/05/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.