Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 14/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 14/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 14/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Moçambique: Promessas dos doadores permitem reconstrução

media Edifícios destruídos pelo Ciclone Idai no bairro da Praia Nova, na Beira. Guillem Sartorio / AFP

Em Moçambique a comunidade internacional anunciou um apoio de um terço de 3,2 mil milhões de dólares necessários para a reconstrução das zonas afectadas pelos ciclones.

Encerrou na cidade da Beira a conferência internacional de doadores sobre a reconstrução pós ciclones Idai e Kenneth iniciada na sexta-feira, com a promessa dos doadores de canalizarem parte dos 3,2 mil milhões de dólares norte americanos necessários revelou o chefe de estado moçambicano, Filipe Nyusi.

Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique 01/06/2019 ouvir

O Primeiro-ministro Carlos Agostinho do Rosário assegurou o uso transparente dos fundos a serem canalizados.

Carlos Agostinho do Rosário, Primeiro-ministro moçambicano 01/06/2019 ouvir

A conferência de doadores que decorreu na cidade da Beira, no centro do país e que juntou pouco mais de 700 individualidades em representação do governo e de vários organismos das Nações Unidas, União Europeia e os bancos Mundial, Africano e Islâmico foi também marcado pelo anúncio, pelo executivo moçambicano, da criação, em breve, de um fundo de calamidades.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Maputo 01/06/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.